rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, setembro 21, 2007

Guarda: "fria, farta e fiel".



A Guarda se resguarda com prudência
Da agressão de um progresso sem limites;
Resiste com saber e inteligência
Ao deus-betão, feroz nos apetites.

Nas casas solarengas se respira
Um ar senhorial, um ar altivo;
A bela catedral, à fé inspira,
Emergindo qual símbolo votivo.

A Guarda é antecâmara da Estrela
Um nó rodoviário de eleição,
Para amá-la, só basta conhecê-la
P'ra sempre ficará no coração!

"Fria, farta e fiel", dela se fala,
No verão, é bem quente, por sinal
Em hospitalidade não se iguala
Como ela não há em Portugal.

O Zêzere e Mondego fertilizam
Estes vales ubérrimos, sem parar;
Empresários, a terra dinamizam,
Deus... lá no céu, a Guarda vai guardar!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home