rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, fevereiro 25, 2011

Vale e Azevedo e Julien Assange...

A justiça, no Reino Unido anda de gatas também... olha para o vil metal como o girassol contempla o sol!

Veja-se o que se passa com o lider da Wikileaks que viu uma ordem de extradição para a Suécia ser aceite por alegado crime sexual! O crime foi ter aceite o convite para ir dormir a casa de uma amiga que se disponibilizou a ter relações sexuais com ele. De livre vontade, sem nada reclamar, nem se queixar na data dos factos.
Um pouco mais tarde, influenciada sabe-se lá por quem, resolveu dizer que ele não usara preservativo e que isso fora uma forma de agressão sobre ela!...
Ridículo, patético, digno de anedota!
No entanto, esta acusação teve pernas para andar porque bem sabemos que por trás disto estão os Estado Unidos e os problemas que têm sido causados pela divulgação de documentos secretos no Wikileaks.
Agora a justiça inglesa deferiu o pedido da Suécia e vai extraditar a criatura!

Em Portugal foi feito um pedido para ser extraditado o cidadão Vale e Azevedo que foi condenado e fugiu à justiça por crimes graves, confirmados em tribunal. Há muita gente lesada e o pedido de extradição continua a andar de Pilatos para Caifás, a passo de caracol, sem qualquer viabilidade de ser exequível pelo menos pelas aparências...
Como é possível esta dualidade de critérios?! Pulseira electrónica e prisão para Vale e Azevedo era o que se impunha se houvesse de fato equidade na justiça inglesa.
Anda muito dinheiro e poderosos interesses para que isto aconteça. É lamentável estarmos a assistir por esta Europa fora a cenas caricatas em que a justiça mais parece uma megera rasca do que uma senhora de bem.

5 Comments:

Blogger Teté said...

No capítulo Julien Assange, já se sabe que todos o querem dar por criminoso, inventam-se factos para o meter na gaiola, suponho que só ainda não o mataram por medo que mais notícias tenebrosas viessem a público. Quer dizer, para quem tinha ilusões sobre os governantes do mundo, ele acabou com elas...

O outro é apenas um reles vigarista, a importância dele é zero, a não ser para aqueles a quem pregou calotes. A Justiça, já se sabe, anda pelas ruas da amargura, cá e em todo o lado!

Bom fim de semana!

10:23 PM  
Blogger Rosa dos Ventos said...

Dois pesos, duas medidas!

11:42 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Teté:

Duas posições distintas em face de gravidades também distintas, mas o «crime» mais benigno a ser rapida e eficazmente penalizado, enquando o outro, mais gravoso, continua em banho maria...

1:02 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Rosa,

Nem mais.

1:03 AM  
Blogger Manuel CD Figueiredo said...

A Europa (unida?!) continua a seguir por maus trilhos, na justiça e noutras áreas.
Neste caso, o português "lixou" muita gente, mas parece que usou...preservativo!

8:05 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home