quarta-feira, fevereiro 23, 2011

O monstro da Líbia...



Sanguinária criatura
Pela força alçapremada
Ao poder, em vão procura
Manter a plebe açaimada...


Terrorista dos mais vis
Vive à sombra do terror
Louco, massacra civis,
Hediondo ditador.


Fechar os olhos ao drama
É criminosa omissão
Ao ver isto, o mundo exclama:
«Os Kadafis prá prisão!»


É urgente destronar
Do poder o criminoso
O tumor... há que extirpar,
É letal, é ominoso!

Nota: Kadhafi ao telefone com o «irmão» Berlusconi: __Por cá está tudo bem!
Manda aviões militares bombardear populações civis nas cidades já «libertas» mas eles recusam e saltam em paraquedas...Há ordens que são tão loucas como os seus autores...

13 comentários:

Graça Pires disse...

Mais um monstro agarrado ao poder...
Beijos.

durindana disse...

Realmente, aos monstros, "devia-lhes dar uma dor que quanto mais corressem mais lhes doesse e quando parassem que arrebentassem" - para citar uma praga algarvia.
Esperemos para ver quem são os novos monstros que já começam a reclamar mercado liberal, neo, se possível.
Até parece que isto está a acontecer por acaso...
Abraço,

A.M.

Teté disse...

Será que as cadeiras do poder têm cola Araldite? Se não têm, parece...

Táxi Pluvioso disse...

Mas é nosso amigo, ou melhor, amigo dos motores dos nossos carros. boa semana

rouxinol de Bernardim disse...

Graça,

Ainda há pouco era uma «figura carismática» no dizer de alguns...

rouxinol de Bernardim disse...

Durindana:

Há gostos para tudo... infelizmente...

rouxinol de Bernardim disse...

Tété:

Às vezxes até parece que sim!

Graça Pereira disse...

Meu Amigo
Interessante esta análise feita em verso...que a musa não te falte, porque isto, é só o começo!
Há festa no Zambeziana que só tem sentido com a presença dos amigos! Aparece para uma fatia de bolo!
Beijo
Graça

Osvaldo disse...

Caro Rouxinol;

Depois do Kadhafi será a vez do Socrates?!...

Um abraço.

Osvaldo

ematejoca disse...

Já estive aqui várias vezes, porque adorei ler este poema, mas sem deixar comentário.

Desta vez deixo, um pouco irritada com a frase do Oswaldo:

"Depois do Kadhafi será a vez do Socrates?"

O "nosso" Sócrates pode ter muitos defeitos, mas ainda não é um DOIDO VARRIDO como o Kadhafi.
Quem coloca Kadhafi e Sócrates ao mesmo nível, ainda não compreendeu que monstro esse Kadhafi é, e em que perigo a Líbia se encontra.

Um abraço de Düsseldorf.

rouxinol de Bernardim disse...

Graça,

Lá irei... merece-o...

rouxinol de Bernardim disse...

Osvaldo e ematejoca:

ningué pode comparar um ao outro agora. Mas ainda há pouco tempo eram muito unha e carne, muito carismáticos... enfim a Realpolitik tem destas coisas...33claro que sócrates não tem o poder de fazer tanto, vive noutro contexto, mas se as condições fossem propícias... sei lá...

Os contextos são diferentes. Mas há tiques ditatoriais iniludíveis...

Os psicólogos dizem que sorrisos excessivos são cortinas para camuflar instintos ferozes e cobardias...

O Guardião disse...

Esse monstro é duro naqueda, mas vai acabar mal. Vou mais abaixo ver o que se refere a Bocage.
Cumps