domingo, setembro 19, 2010

Crimes do chamado «homosapiens»

E essa criatura diz-se feita à imagem e semelhança de Deus...

13 comentários:

HSLO disse...

isso é crueldade.

abraços
de luz e paz

legalmente loira... disse...

Oi amiga, vim matar a saudade e pedir desculpas pela ausência, a vida é feita de pausas e estou fazendo a minha logo volto.
otimo final de semana com bjos
ai que coisa triste fiquei chocada...

rouxinol de Bernardim disse...

HSLO e legalmente loira...

Crueldade e da mais vil. Em Palmela...

Anônimo disse...

A crueldade do homosapiens é a mesma sempre... só muda de endereço...
Ainda bem que alguns deles nos fazem sentir um pouco melhor com o parentesco...
Adorei sua visita no Chocolate e, depois de conhecer seu blog, gostaria muito que ficasse.
Beijokas.
Seguindo...

Solange disse...

meu Deus!!

Cida disse...

Achei tão, mas tão triste, que não tem nem o que comentar...:(

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

Rouxinol,
Será que um dia ainda aprendem a alma que há nos bichos, que havia e há nos negros?

Abraço d'espanto,
Pedro Ramúcio.

Antoinette disse...

Lamentável.

Saber que eles ficam tão tristes com os humanos por estes maus tratos ainda me dói mais o peito e aumenta a vergonha, não respeitamos os outros animais nem os da nossa estirpe.

rouxinol de Bernardim disse...

Lua Nova.

Gostei da sua postura perante a vida e perante esta cenas lamentáveis que desumanizam o ser humano...

Gosto muito de Chocolate! É apelativo e levanta o astral!!!

rouxinol de Bernardim disse...

Solange e Cida:

É abominável o que se faz contra estas criaturas indefesas...

rouxinol de Bernardim disse...

Pedro Ramúcio:

Esssa pergunta e a similitude apresentada já eu a tenho feito a mim próprio!

Se as casas, os países, os livros, as terras... todos têm "alma", por que não os animais?!

rouxinol de Bernardim disse...

Antoinette:

Partilho, como é óbvio, os seus sentimentos. É dever de cidadania fazê-lo!

Como pessoa sensível e de postura aberta e generosa, esse comentário define uma personalidade carinhosa e de bem com a vida!

Manuel Alegre escreveu um livro que é paradigmático: «Um cão como nós...»

Também me custa ver sofrer os animais, sobretudo estes!

rouxinol de Bernardim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.