rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sábado, abril 24, 2010

Variações sobre um tema delicado...

Dr Pinto Monteiro (há meses): «Nalgumas comarcas há magistrados que se portam como autênticos marqueses!»
Dr Marinho Pinto: «Nalgumas comarcas há juizes que se portam como autênticos reizinhos! Já houve quem desafiasse advogados para a porrada, lá fora!»




Dra Candida Almeida: «Alguns magistrados deveriam ser colocados sob escuta
Estas afirmações, ditas por pessoas idóneas, responsáveis, fartas de conhecer a classe, merecem meditação.
Há pouco tempo o Dr Emídio Rangel afirmou sem tibiezas que havia magistrados a trazer para os cafés peças processuais em segredo de justiça para entregar a jornalistas!
Estas pessoas merecem credibilidade. Esta gente conhece o milieu, o bas-fond, o lumpen da classe.
Só isto em qualquer país democrático a sério, dava para justificar uma Revolução!
Há dias dizia-me um amigo brasileiro: «No Recife actualmente, os juizes torram dinheiro em aquisições de luxo de forma impressionante. São bem a imagem de marca de um regime corrupto!»
Mário Soares (o tal do «direito à indignação», sempre que o PS está na oposição...) dizia que havia motivos mais que suficientes para um golpe de Estado, este só não tinha surgido por estarmos na Europa!
E agora iremos assistir a mais uma discursata hipócrita, carregada de histeria optimista, de voluntarismo pateta, de mobilização idiota dos ingénuos úteis deste país, fartos de «conversa mole para boi dormir»?
Poupe-nos a isso senhor presidente! Tenha ao menos uma vez a coragem de pôr a boca no trombone! Ponha o dedo na ferida da corrupção que é a causa mor da nossa desgraça e não ataque o povo, dizendo que consome mais do que produz, que é madrasso, que tem falta de confiança, que é esbanjador e que não poupa, que tem um índice de confiança muito baixo, que é pessimista e outras estultícias com que o senhor é pródigo em mimosear-nos!
Basta de hipocrisias, porra!

1 Comments:

Blogger Táxi Pluvioso said...

Ui tanta comadre zangada. No fim do dia estão no Galeto, ou noutro tasco, nos copos.

3:55 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home