rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

segunda-feira, abril 05, 2010

A NOSSA BELA DEMOCRACIA....


Nota: Esta foto foi colhida no blog «boticário de província» do conceituado farmacêutico Dr Mário Peliteiro...



Eu sou a Democracia Portuguesa. A direita sempre acariciando a esquerda, a ver se mama
algo mais do que a lei permite. Eu sei que a mama é quem mais ordena. Vejam-se os vencimentos do governasdor do Banco de Portugal, os prémios obscenos de alguns administradores, nalgumas empresas que estão a ser sugadas por autênticos mamões. É um pecado mortal!

E o país gosta de mim. Acha-me atraente e sedutora. Em Abril, lá surgem as loas mil, as discursatas patéticas enchendo a boca de democracia, humildade, racionalidade, humanismo, liberdade!!! Tudo conversa mole para boi dormir!!!

Sim, liberdade para essa minoria que chupa da teta pública como gato em bofe ensanguentado, sim, liberdade para sorver até ao clímax o sangue monetário que tanta falta faria se entregue a jovens empresários, a pequenas empresas carenciadas de apoios para poderem melhor singrar neste tempestuoso mar de dificuldades. Esses nada chupam embora o apetite nunca tenha faltado...

Eles, essa minoria, essa corja, esse bando de sanguessugas, tudo fazem para chuparem até ao tutano os recursos que ainda tenho disponíveis. Ai «custo de oportunidade» por onde andas tu?
Que de coisas belas se fariam com esses recursos afectos a marajás ociosos que pouco mais fazem que picar o ponto e nada supervisionam, nada controlam, nada laboram.... nem elaboram...

Eu, Democracia Portuguesa, sei que alguns vivem à direita, extrema direita mesmo, mas apregoando valores de esquerda. Dão sinal para a esquerda mas viram à direita no trânsito deste movimentado terreno democrático... e o povo, o árbitro eleitoral, nunca os multa...

Esses, que mamam até fartar é que são os obscenos, os concupiscentes, os libidinosos, os glutões. Eu, Democracia Portuguesa, sou apenas mais uma vítima dessa voragem interminável.

E tu, Zé Povinho, és o culpado. Em vez de curtires Abril, com cravos mil, pega na espada e corta a direito, sê mais viril... acaba com esta mamofilia vil!!!

Marcadores:

3 Comments:

Blogger ▒▓█► JOTA ENE said...

Mas que bela democracia, lol

7:46 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Poder-se-á dizer contemplando a bela imagem:


Democracia assim vale a pena
Pois a mama é quem mais ordena!

7:46 PM  
Blogger Táxi Pluvioso said...

Não há problema temos santa.

9:51 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home