rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, agosto 26, 2007

"Poveirinhos pela graça de Deus"


O jornalista-escritor poveiro José Azevedo, acaba de lançar mais uma obra-prima. Sobre a colmeia piscatória de Póvoa de Varzim e os seus meandros e tipicismos.
Ao "patrão da lancha" que seguindo na esteira de Santos Graça nos fala com sensibilidade e mestria da epopeia desta comunidade humilde e laboriosa, desejamos que a obra tenha o êxito esperado e merecido.
Aqui vai uma singela homenagem, ao escritor e simultaneamente a toda a comunidade tão bem retratada. Esperamos continuar a deleitar-nos na última página do Comércio da Póvoa.
Bem haja!
"POVEIRINHOS PELAGRAÇADEDEUS"
Nesse café da Guia, junto ao mar
Lá vai entretecendo fios, teias,
A memória poveira a preservar
Mar imenso de histórias e de ideias.
Qual manta de retalhos desta vida
Sempre ligada ao mar, com laços fundos,
O José Azevedo nos convida
A ver a Póvoa: gentes e seus mundos...
Esta idiossincrasia singular,
Que vai do trajo ao próprio linguajar
Mostra quão genuíno é o poveirinho...
É tão exuberante a festejar
Sempre gregário, nunca anda sozinho,
À terra tem acendrado carinho!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home