rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

terça-feira, agosto 21, 2007

DENÚNCIA DE CRIME GRAVE!

Fernando Santos foi confessar-se. O próprio padre ficou irritado com os seus pecados!





Ele ajoelhou-se, fez o acto de contrição, pôs a mão no peito com ar arrependido e disse:
__Padre, quero confessar-me...
__Caríssimo paroquiano, sempre tão cumpridor, tão atento aos nossos problemas, que pecados queres tu revelar?...
__ Fui despedido de treinador do Benfica! Devo ter cometido muitos pecados para isso! Não foram veniais de certeza!...
__ Veniais e capitais tu cometeste muitos, de facto...
__Mas padre... vós sabeis algo? Será que os meus pecados já andam assim na praça pública?!
__Meu filho, eu sou benfiquista, já pequei muito por tua causa. Nem imaginas os palavrões que já te lencei, Deus me perdoe..
__Mas.. que mal fiz eu então?
__Nem precisas de confessar meu filho. Tu mandas os jogadores deixarem a pele em campo mas tu, impávido e sereno, não mexes uma palha, estás ali, com aquele ar de múmia paralítica, ensimesmado a pensar na morte da bezerra, nada fazes...
_Mas querias que eu fizesse aquelas palhaçadas do Trapattoni, sempre a gritar e a gesticular "mamma mia!" para aqui, "porca miseria!" para ali, mais parecendo um Jardim com bichos carpinteiros do que um treinador sério e credível?!
__Tens que se justificar o salário, meu amigo! Tu, que lês tão bem na missa, tinhas uma péssima leitura de jogo!
_Como assim padre?!
__Tu não tens a noção da dinâmica, da adequação rápida aos movimentos do adversário. Tu és um estático, um introvertido, um" nem sei que te diga"... Olha, contra o Leixões, começaste muito bem, mas depois... Era preciso abrir aquela frente de ataque, pôr dois extremos colados à linha para abrir aquela floresta de pernas. Era preciso não afunilar jogo, era necessario ir à linha de fundo e fazer centros atrasados para a cabeça do Óscar Cardozo, ou para os remates dos médios vindos de trás, embalados... tu permitiste precisamente o contrário! Assim, não! Se fosse no "inferno da Luz" já estarias chamuscado, mas como era no Bessa...
__Mas padre, vós sabeis muito de futebol. Como foi possível nunca me teres dado alguns conselhos!
__Dou-te aqui no confessionário que ninguém ouve. Se fosse lá fora diriam que eu estava a ensinar o "padre nosso ao vigário" ou a "meter a foice em seara alheia"! Era um grande pecado!
__De facto, vendo a coisa por esse prisma, estais pleno de razão. Mas estou vendo que hoje pareceis mais magro, mais jovem, com voz mais estridente...

De rompante Fernando Santos levantou a cabeça que mantivera sempre respeitosamente em baixo e... reparou que não era o padre confessor que ali estava mas sim o "Gato Fedorento"! Esse mesmo, o Ricardo Araújo Pereira!!!

Fugiu a sete pés e foi fazer queixa na esquadra mais próxima. Pelo caminho pensou melhor e não foi. Que diriam dele lá na esquadra? Seria lá possível uma coisa destas? Iria ser ridicularizado para o resto da vida. Não foi e fez bem. Há coisas que nem ao diabo lembrariam!...

Seria lá possível Ricardo Araújo Pereira andar por aí disfarçado de padre?!!! Crime grave. Nem pensar!!!

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home