rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, agosto 03, 2007

O mar, retrato nacional...








MAR PORTUGUÊS: MEU FASCÍNIO, MINHA AFEIÇÃO!
Ó mar, que vais nutrindo o nosso olhar,
Que vais inebriando toda a gente
Alguém pode deixar de ti gostar?
Tu que és tão puro e tão magnificente!
Tu que falas de heróis e caravelas
De martírios injustos, sem ter fim...
De sereias tão nuas e tão belas!
Gosto de ti, tão puro, sempre assim!
Fala-me de epopeias, de bravura,
Fala-me da saudade-Portugal
De Camões, de Pessoa, com doçura...
Não me fales, ó mar, de vendaval...
De corrupção venal, de ditadura!
Tu és, ó mar, retrato nacional!



0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home