rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

terça-feira, setembro 12, 2006

Manuel Lopes In Memoriam



A tesoura do tempo amputou cerce
Esse fio da vida, sempre tenso,
Novelo de cultura e alicerce
Do teu saber tão sério e... tão imenso!

Enciclopédia viva, sempre aberta,
À Póvoa de Varzim, à juventude;
Foi sempre referência bem desperta
Culto, bairrista, poço de virtude!

Etnógrafo sem par, aos pescadores
Devotou um carinho filial,
Quer nas horas felizes, quer nas dores!

Da Póvoa embaixador, e magistral!
Muito grande, na escala dos valores
Enorme!, o seu legado cultural!...
Rouxinol de Bernardim

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home