rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

terça-feira, setembro 12, 2006

Espinho, uma Senhora cidade!


De Espinho guardo a bonança
A ternura de um sol-pôr...
E o meu coração balança
Entre o trabalho e o amor!

No casino o lazer vence!
E o tempo... corre sem freio...
Sorte ou azar, há quem pense,
Faz o carisma do meio...

Música abrindo clareiras
Corações batendo forte,
Em Espinho até as traineiras
Jogam no mar... sua sorte!...

O vento solta gemidos,
No inverno rigoroso,
São gritos de homens vencidos
Pelo mar-cão e raivoso!

No verão a brisa enlaça
Almas à cata de paz
O mar a todos se abraça
E até... carícias nos faz!

E as gaivotas, à noitinha,
Prometem amor sem fim,
Nenhuma voa sozinha
Alegres, chamam por mim...
Rouxinol de Bernardim

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home