rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, setembro 22, 2006

Cego do Maio, Poeta e grande "lobo-do-mar"...




Póvoa de Varzim tão bela!...
De gente de bem-fazer
Tens a volúpia singela
Da capitosa donzela
Chamada Varzim-Lazer!...
Com teu "apito Dourado"
Onde crepitam paixões
Fruto de amor acendrado
Ao poder desnaturado
Cemitério de ambições!
Póvoa do Mar, tão querida,
Oh! gaivota imaculada,
Oh! tanta vida perdida
Pela ambição desmedida
De gente desnorteada!
Oh! Senhora da Assunção
Olhai pelos poveirinhos!...
Esqueceram a oração
Adoram corrupção
Crime de alvos colarinhos!...
O mar, mágoas vai carpindo,
Também ele entristecido...
Peixinhos lá vão fugindo
E os tubarões sorrindo
Vão sugando o próprio Estado!!!
São Pedro!!! Porque esperais?
Vinde pregar sem demora!
Há tubarões por demais
Açambarcam capitais
Deixam peixinhos à nora!!!

In JN de 03-02-2006
Excerto da entrevista com Imaginação...
Rubrica "Desabafe connosco"
Autor: JOTEME

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home