rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

segunda-feira, novembro 25, 2013

PARLAMENTO: NOVO VISUAL

                                               EU  TIVE UM SONHO...

Sonhei que a Dra Assunção Esteves  tinha mandado construír um muro envolvendo a assembleia da República. Não, não era um novo muro da vergonha, nem um muro das lamentações como aquele  onde os judeus deixam mensagens esperando que Deus as leia e lhes dê  encaminhamento adequado.

Era um muro de esperança, um muro da Verdade. No topo tinha uma estátua de bronze com um homem levando nos braços uma mulher nua. Era Eça de Queiroz,  e a mulher nua, a verdade nua e crua, tinha o rosto da Dra Assunção Esteves.  Claro que o seio, nutrido e avantajado, não era o dela. Talvez o da Ana Malhoa , XL,   estilo satisfaz bastante, mas natural. As pernas, esguias e bem torneadas, ao estilo  das  da Catarina Furtado.  Enfim, Eça de Queiroz trazendo nos braços a Verdade.  E sorrindo, galhofeiro, com aquele bigode maroteiro, bigode chistoso... A estátua da República morreria de inveja...

Enfim, o muro era uma questão de segurança, sim, mas também um sinal de esperança . Esperança na Democracia, nos ventos de mudança que começam a soprar e fazem com que o povo suspire por dias melhores.

Com o vento da crise a assolar cada vez mais, não sei se este é um sonho impossível. Gostaria que não fosse. Que, de cabelos ao vento, a mulher nua nos braços do Eça, fosse a Verdade por que todos ansiamos. quem sabe, a Democracia adulta e responsável, que faz tanta falta a Portugal.