rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quinta-feira, outubro 18, 2012

CDS: Risco de extinção?

Com a proposta do PS no sentido de se adequar a dimensão do parlamento __ reduzindo-o substancialmente__ , admitindo-se que o PSD não irá contra este desígnio, tantas vezes apontado pela generalidade dos portugueses, resta ao CDS um dilema: ou aceita o repto, correndo o risco de extinção dado o desgaste enorme que irá sofrer por causa da política de austeridade desenhada pelo atual governo, ou recusa, gerando sobre si próprio um coro de ódios viscerais que se repercutirão em futuras campanhas eleitorais.

Quer aceite o repto quer o recuse, o CDS não tem saída! Está num beco sem saída!

O que já foi o partido do táxi poderá saír do espectro político nacional. O PCP e o BE também poderão  ser substancialmente reduzidos, muito embora a sua  posição face ao poder político vigente seja mais benigna. Contudo, se a redução for avante, se correrem cada qual na sua bicicleta, poderão também ficar reduzidos a muito pouco. Restarão os dois blocos tradicionais: esquerda polarizada no PS e direita agregada ao PSD!

O papel do CDS neste momento é angustiante: faça o que fizer, está condenado a curto ou médio prazo!

RESTA APENAS UMA SOLUÇAO: o governo de salvação nacional!

Quanto mais tarde vier, pior será para o país!

Mas será que Cavaco Silva e seus mais diretos conselheiros  terão a visão suficientemente lúcida para congregar boas vontades e orgulhos, neste desiderato patriótico?!


Creio bem que não!