domingo, maio 01, 2011

lº de Maio...Agora, bem negro...




O sol de Maio não brilha para todos... alguns, políticos de «sucesso», têm muito «sol» em paraísos fiscais... o povo, esse já não tem sol que o aqueça, só nuvens negras no horizonte!




O povo já nada ordena


Apenas o ódio ferve


O voto de nada serve


Traçada já está ... a pena!



Há muito partiu Abril


Os donos... o escorraçaram...


Gozam mordomias mil


O povo sempre enganaram.



Ilusionistas, pavões,


Do povo sempre abusando


Negra verdade ocultando


De otimismo... vendilhões!



«Pão e circo», quais romanos,


Fátima, Fado e a Bola...


Agora, o povo se amola,


Pró fundo, todos rumamos!



Fortunas a bom recato,


Em paraísos fiscais;


Fizeram gato-sapato


De leis... suaves demais!



Corrupção, foi um fartar,


Quem acusasse...era preso!


O povo, sempre mais teso,


Sempre a pagar... sem bufar!



Palavras engravatadas


Criaturas bem falantes


Do povo divorciadas


Só... do voto, sempre amantes!



Maio,um povo em rebanho


Cuidado com os pastores


Alguns, são bem impostores,


De multidão... querem banho!!!



A boca cheia de povo


De esperança, nem a centelha...


É preciso um PAÍS NOVO


Esta política... É VELHA!



Nota: desabafo de quem não tendo trela partidária, não deixa de lamentar quem deixou os partidos afundarem a barca nacional, sempre com a orquestra do otimismo a tocar, a tocar, e quem recriminasse era apodado de anti-social, anti-partidos, anti-qualquer coisa...


Agora vê-se quem tinha razão. Os otimistas inveterados continuam a sorrir... mas o povo não ri, não!!!








13 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Lindo foi o 1º!

✿ chica disse...

Como sempre, o povo é que paga o pato...O dos políticos tá garantido, o resto, eles não querem nem saber! abraços,chica

Cida disse...

Obrigada pela visita :)

Tenha uma boa semana.

Abraços

Cid@

carol disse...

Triste lamento, Rouxinol! E algo verdadeiro, infelizmente.

O povo é quem paga tudo, sempre! Mas os políticos foram todos lá postos pelo povo que ordena(va).

O que eu mais receio é outra ditadura em cima de quem não soube honrar a democracia e a liberdade.

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Oi Rouxinol!
A esperança é a ultima a morrer!
Calma!
Até breve
Herminia

Vieira Calado disse...

Olá, amigo!

Desejo-lhe um óptimo 1º de Maio!

Saudações democráticas

Terê. disse...

olá amigo, vejo que és um homem inteligente... "tú lá e eu cá" não muito diferente. bju terê.

Isamar disse...

Também nunca tive trela partidária e tudo quanto ganhei ao meu trabalho o devo.Infelizmente,tens razão naquilo que escreves e eu, que sempre fui optimista, que sempre acreditei que com esforço e empenho colectivos nos salvaríamos, deixei de acreditar há alguns anos no rumo desta barca. Agora,desvalida, talvez encontre o amparo que precisa mas sobre o seu rumo ainda tenho dúvidas.Muitas são as incertezas que páiram no ar.

Beijinhos, poeta!

Bem-hajas!

Pena disse...

Estimado Amigo de Excelência:
Escreveu de forma maravilhosa e enorme o seu sentir de desencanto.
Creio, que também reside em nós esse pensamento.
A vida nem sempre é fácil.
Gostaria de ver a alegria e bem-estar nas pessoas sorrindo na ternura do existir.
Um Post profundo que faz pensar.
Admiro imenso a sua frontalidade e carácter.
Abraço amigo de respeito.
Bem-Haja, pela visita e pela força que me deu.
Sempre a admirá-lo

pena

Tudo o que concebe é sério.
Bem-Haja, pela sua postura gigantesca em prol do povo portugês que é o nosso.

Solange disse...

aplaudo em pé...
aqui no Brasil também é assim.

bjs.Sol

Livinha disse...

Nada tão diferente aí como daqui. na verdade enquanto houver desigualdade, o povo sempre será o bode expiatório em cada país..
essa é a lei, a lei dos homens, a que contradiz com a lei do Pai maior.

obrigada pela visita em meu recanto, Palavras e Poemas.
Volte sempre!

Abc

Livinha

Táxi Pluvioso disse...

O próximo será ainda mais negro. Que nos sirva de consolação. boa semana

rouxinol de Bernardim disse...

A TODOS:

O meu obrigado, mas não merecia tanto encómio...