quarta-feira, maio 04, 2011

Epopeia dos pescadores

O vento traz lamentos desta gente
Almas peregrinando sobre o mar
Lágrimas permanentes a brotar
O fogo da saudade bem latente.


A noite à beira mar, melancolia,
Solidão recheada de epopeias
Heroísmos avulsos às mãos cheias
No ar, a mão de Deus, dia após dia...


Sortilégio do mar, sorte ou azar,
Vida e morte tão próximas, ligadas,
Por teias invisíveis, separadas,
Por caprichos do vento, vilão-mar...


Quantas viúvas choram com pesar
Quantos órfãos a noite vai ouvindo
Em pranto convulsivo explodindo
E... a noite, sem resposta p'ra lhes dar...

7 comentários:

Anônimo disse...

...e a chispa de água no voltear da face disfarça. saudade doi.


Adorei seu blog.
Te sigo.

Abraço

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Lindo o poema aos pescadores; é assim mesmo...o mar é maravilhosos, mas também consegue ser medonho; dá alimento , mas também tira a vida de quem o alimento trazia para casa; não se cansam os pescadores de se lançarem ao seu querido mar, mas este, de vez em quando, transforma-se em vilão e em vez de peixe dá amargura... causa solidão. Parabéns. Um beijinho e uma bela semana
Emília

Tais Luso disse...

Reconheço sua beleza, suas ondas gigantes, sua força, seu barulho, sua imensidão infinita. Tudo é lindamente apavorante!
Há muito mistério, sou apenas um pontinho nesta imensidão.
O mar é o que mais respeito na natureza.
Lindo poema.
bjs
Tais Luso

carol disse...

Muito respeito, muita consideração pelos homens do Mar! Uns valentes!

Povo de marinheiros,
sempre tão forte,
sempre tão bravo,
e que perante vagas mais mansas
baixa a cabeça
sofre vexames
como sendeiros...

Isamar disse...

Bonita homenagem aos homens do mar, nautas corajosos, que nem sempre saem vitoriosos da dura e constante peleja que é a sua vida. Quem dá o pão dá o ensino mas, neste caso, quem lhes dá o pão também lhes leva a vida. Quão injusto!

Beijinhos

Bem-hajas!

carlos pereira disse...

A saga dos pescadores, num excelente poema.
Gostei imenso.
Um forte abraço.

Monalisa Macêdo. disse...

Vim retribuir a sua visita e o tão gentil elogio ao mu blog o qual alimento com odo meu carinho.
Obrigada. Seu blog também é ótimo.
Ah, por falar nisso gostei deste trecho:"No ar, a mão de Deus, dia após dia..."