rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, outubro 31, 2010

Colarinho branco é quem mais ordena!

No topo, moedas más,
Vão roubando... já nas calmas...
O povo?! Um «bom serás»
A todos... batendo palmas!

O regime cleptocrático
Moedas boas afasta
O saque é vil, é fantástico
É hora de dizer: «BASTA!»

Não usam metralhadora
No assalto a qualquer banco
Usam manha corruptora
Sempre, «colarinho branco»!!!


O país vai-se afundando
Moedas más, no poleiro,
O povo vão esmagando
Anda tudo sem dinheiro...

Um bando de marajás
Saqueou este país
A ética morreu... e jaz
No bolso de algum juiz!

Lusitânia se afundando
No pântano-corrupção
As rãs gordas coaxando
Todas «A BEM DA NAÇÃO!!!»

Marcadores:

Leiria, rio Liz e paixões...

O padre Amaro (criação do escritor Eça de Queiroz)...





.

D. Dinis lá semeou

Pinheiros, árvores frondosas,

Que o Infante aproveitou

P'rás caravelas famosas...



Aqui, fenómeno raro,

O Lis chorou comovido

Vendo o jovem padre Amaro

Por Amélia seduzido...


Este caso de amor teve

A vertigem da paixão;

A julgar, ninguém se atreve

É mais sensato... o perdão...



Isabel e D. Dinis

A Santa e o Trovador

Lavaram os pés no Lis

E aqui ... falaram de amor!




Marcadores:

quinta-feira, outubro 28, 2010

Carta Aberta ao professor Cavaco Silva

Excelência:
Como economista sabe que o dinheiro não é elástico; que a dívida externa galopante está a condicionar cada vez mais o cumprimento dos objetivos para minorar o défice orçamental; que a nossa dependência face aos mercados no que concerne a obtenção de crédito está a condicionar cada vez mais a nossa margem de manobra.

Assim, proponho a V. Excelência, a convocação imediata de um Conselho de Estado. É nesse areópago que terá oportunidade de esgrimir argumentos e chamar à responsabilidade todos os partidos e todas as entidades que nele têm assento. Mas não só.

Deverá também chamar pessoas idóneas que de há muito têm analisado o Estado moral e cívico da Nação e têm sido marginalizadas e/ou ridicularizadas pelos detentores do poder. Com elas faça uma análise rigorosa do Estado da nação. Pessoas como Medina Carreira, Paulo Morais e João Cravinho (dentre outros como é óbvio...) poderão dar-lhe uma imagem mais exacta da realidade que nós vivemos no quotidiano.

A corrupção está a matar a democracia. Ela é a mãe de todos os males. O parlamento não fiscaliza (nunca fiscalizou) o executivo, muito pelo contrário: quase sempre, em todas as circunstancias, avalizou ou serviu de correia de transmissão aos desígnios de todos os governos. Foi mera caixa de ressonância e legislou de forma abundante mas pouco clara, pouco eficaz. Há excepções nas leis que destroem os desígnios com que elas foram criadas. Muitas delas são um incentivo ao crime e à corrupção.
A corrupção é o monstro policéfalo que todos os dias cresce e surge com novas metamorfoses... E todos o temem, poucos lhe dão luta...

Depois de ponderadas todas as análises, feitos todos os diagnósticos, medite bem e veja a encruzilhada em que está o país. O atoleiro pode criar situações de não-retorno... esta areia
movediça pode ser fatal: para si, para nós todos, para a própria democracia...
Pode estar aí, ao virar da esquina, uma DITADURA!

quarta-feira, outubro 27, 2010

A HONRA no seu estado puro!!!

Um político norte-americano acusado de uma pequena fraude, renunciou ao mandato e... suicidou-se em directo perante as câmaras!http://www.facebook.com/video/video.php?v=164917700203026

Cá em Portugal as fraudes são muito vultuosas, eles aparecem na TV a dizer «tenho a consciência tranquila!» e (alguns) até são condecorados!!!

Quem acusa estes monstros ainda corre o risco de ir parar a tribunal!!!

Marcadores:

sábado, outubro 23, 2010

O MAR PORTUGUÊS



Ó mar que vais nutrindo o nosso olhar
Que vais inebriando toda a gente,
Alguém pode deixar de ti gostar?
Tu, que és tão puro e magnificente!



Tu, que falas de heróis e caravelas
De martírios injustos, sem ter fim...
De sereias tão nuas e tão belas
Gosto de ti, tão puro, sempre assim!
Fala-me de epopeias, de bravura,
Fala-me da saudade-Portugal...
De Camões, de Pessoa, com doçura,
Não me fales, ó mar, de vendaval,
Tu és, ó mar, retrato nacional!

quinta-feira, outubro 21, 2010

Sócrates e Judite de Sousa: a Imortalidade!!!



O futuro por vezes obriga-nos a dar valor ao passado!
A não perder esta «INCURSÃO AO FUTURO!»
Quem julga que está no inferno por causa do orçamento de Estado para 2011, então vá ao futuro e veja com os próprios olhos!!!
NOTA: aconselha-se a quem sofrer do coração não entrar neste local pois pode sofrer um ataque cardíaco ou AVC !!!

quarta-feira, outubro 20, 2010

Milagre?! Há quem diga...


A alma do Zé Povinho manifesta-se!.... até no céu!!!!
Será que a alma também voa?!

domingo, outubro 17, 2010

Será que este Orçamento vai provocar recessão?

Pode e não pode, tudo depende de factores exógenos a que a economia portuguesa está sujeita. Economia aberta e dependente do exterior pode beneficiar dos impulsos positivos das economias adjacentes (Alemanha sobretudo, a locomotiva...), ou ser vítima de factores negativos.
Com o mercado interno naturalmente deprimido por força da contracção do poder de compra das famílias e redução na capacidades de investimento das empresas, poderá abrir-se uma janela de oportunidade com o escoamento de produtos para o mercado europeu e com a saída de mão de obra para Angola, que tem sido um amortecedor eficaz do nosso desemprego.

Assim sendo, e não havendo catástrofes naturais, calamidades ou conflitos graves a locomotiva europeia até poderá fazer um reboque à carruagem lusitana.
Substituição de importações e um forte incremento do sector empresarial vocacionado para a exportação serão, obviamente, condições sine qua non para uma recuperação económica sustentada e sustentável.

Papel decisivo poderá ter o novo presidente da República, seja ele qual for, ao chamar a si uma pedagogia interventiva neste processo, o que infelizmente nem sempre tem sido feito com a intensidade que a situação exigiria...Muito embora o actual presidente tenha dado enfoque à estabilidade algumas vezes... outras foi também factor de instabilidade...

sábado, outubro 16, 2010

Ser FORTE : é resistir à tentação!!!




sexta-feira, outubro 15, 2010

O país que temos!


POEMA A UM VELHO AMIGO!!!

Foi na Base Aérea número 1 - Sintra (Granja do Marquês)- onde conheci este velho amigo. Agora com uma pintura excelente respira saúde por todos os poros... Gosto de o ver assim!



Chipmunk!, ó meu velho amigo
Fico feliz por te ver
Na segunda mocidade;
Quantos tonneaux fiz contigo
Acrobacia a valer
Que grande elasticidade!


Chipmunk!, ó meu velho amigo
Firme e hirto, porte altivo
Quantos loopings sem ter fim...
Sempre jovem, mas antigo,
Corpo esbelto e olhar vivo,
Anjo do ar__ querubim!


Trabalhar redondo, forte,
Um motor que é coração...
Avião com nervos de aço
Enfrentando o vento norte
Rasgando o vento suão
Tubarão do ar, no espaço...


Um naipe de especialistas
Dedicados, competentes,
Te tratam com devoção;
Discretos, não dão nas vistas,
Mudam-te os órgãos doentes
São como um cirurgião!

Em Sintra, Mafra, Ericeira,
Ou até no Algueirão
Punhas o nariz no ar
À gente pacata e ordeira
Quase em transe, sem acção,
Só tu, tubarão do ar.


Sempre jovem, velho amigo,
Companheiro de jornada,
Jamais te irei olvidar;
És livre!, também te digo:
Manténs coluna aprumada
Hoje em dia... é invulgar!

Marcadores:

quinta-feira, outubro 14, 2010

A crise é isto mesmo!

A imagem é de crise. Mas há que a compensar com uma música para a eternidade!!!
http://www.youtube.com/watch?v=F7cxqX6Q3gI&feature=related


O dinheiro sumiu! Nada em cima da mesa, nem uma bebida, nem um simples café...
Não há dinheiro para roupas... o país adiado...olhando o horizonte ela diz:

«Ainda me vão multar por estar faminta e sem roupa... miserável país este onde o despudor está nos ordenados fabulosos, nas reformas de marajás, nas acumulações sumptuárias... país indecente este! »

quarta-feira, outubro 13, 2010



A crise chegou à América! Coitados, fogem para Cuba, agora que esta abriu à iniciativa privada!

Dentro de poucos anos com o know how dos americanos e as potencialidades locais, Cuba será um país próspero... espera-se que deixem entrar todos os americanos ...Será que Bush vai explorar as jazidas de petróleo que ali existem?!

terça-feira, outubro 12, 2010

Antes das eleições: o Povo-Deus!... depois: a-deus!

Bordalo Pinheiro (Rafael) bem retratou o Zé Povinho...
Todos o calcam, se servem dele... clero e nobreza...



Um novo deus arranjou
O senhor «Causa Real»
E «Deus-Povo» o crismou
Redentor de Portugal!



O «Deus-Povo» omnisciente
Que ganha sempre a eleição
Está sempre omnipresente
Na boca do charlatão...



Cultuar o «Deus-Zé-Povo»
P'ra ir ao trono-poder
O discurso não é novo
Depois... o povo esquecer!


No passado, Deus usou
P'ra subir... o impostor...
Mas... borda-fora O lançou
Coisa inútil, sem valor.


Usar um deus descartável
E no rosto dar-lhe ... um murro!
O povo?! Não é notável
Mas nota bem... não é burro!!!



Marcadores:

segunda-feira, outubro 11, 2010

Paulo Teixeira Pinto mudou de Deus?!

«Há uma omnisciência colectiva que fez, olhando os resultados eleitorais, que nunca se tenha enganado».
Paulo Teixeira Pinto, líder da Causa Real e ex-membro da OPUS DEI, in NM nº 959
de 10.10.2010

Diz que perdeu a fé com a morte do filho. É triste, compreendo-o. Mas Deus não é um gerente de conta, um encarregado de negócios, um zelador de bens ou de patrimónios ...
Será que acha que Deus falhou?! Não cumpriu as elevadas expectativas que tinha d'Ele?!
Eu também comungo de muitas dúvidas e sei o que sente. Mas não culpo Deus, culpo-me a mim próprio. Embora também tenha essa tentação, quando vejo as coisas correrem mal.

Mas o que me preocupa, e certamente todos os que esperam algo de positivo para o actual mentor espiritual do PSD, é que ele tenda a substituír um deus por outro.
Quem é o seu novo deus?
Não, não é Cavaco Silva, o tal que tinha poucas dúvidas e nunca se enganava (enganou-se e enganou-nos bem com aquela estória das escutas a Belém...), mas sim outra entidade: «a omnisciência colectiva»!!! enfim: o povo!!!
Pois eu que sou povo, engano-me tantas vezes, enganei-me com Cavaco, enganei-me com Sócrates, enganei-me também com Paulo Teixeira Pinto!!!
Apetece-me dizer: abaixo os deuses, abaixo o olimpo! que viva a Dúvida!!!
Não a Dívida, claro...

EMIGRAR...

Emigrar é morrer um pouco
E enfrentar adversidades...
Sortilégio da nossa gente...
Regressar é... matar saudades!...

O SOL da amizade...


A nuvem e Juno são
N-oções que importa aclarar
T-udo na vida é condão
O-nde há sol pode brilhar
N-a noite escura o luar...
I-manente a tudo isto
E-nobrece uma amizade
T-esouro a que não resisto
A ... guardar prá eternidade!

domingo, outubro 10, 2010



A voz do povo é a voz de Deus?!

«Pai perdoai-lhes, são loucos, não sabem o que fazem!»

Como «Ronaldo» driblou Teixeira dos Santos...


Ele era o sustento da casa. O ti Manel de Aguçadoura tinha uma leira de terra que dava umas cenouras e umas cebolitas, mas coisa de pouca monta. Todavia, tinha o «Ronaldo». Era o seu abono de família. Tinha-lhe posto este nome por causa do seu sorriso, muito semelhante ao do craque do Real Madrid.
Tinha uma particularidade. Égua que lá fosse ficava logo prenhe. Era de uma eficácia a toda a prova. E os rebentos tinham o seu ADN: sorriam como o progenitor, com aquele ar bonacheirão e triunfalista que a todos espantava...Enfim, a coisa tornou-se pública. Nos concelhos em redor toda a gente falava no garanhão de Aguçadoura.
Enfim, o ti Manel começou cobrar forte e feito. É a lei da oferta e da procura...
Teixeira dos Santos mal tomou conhecimento da situação mandou lá o Bernardino Quintas, Técnico Verificador. As finanças exigiam que o ti Manel passasse recibos verdes, caso contrário o «bem» seria confiscado!
O certo é que o ti Manel não se deixou intimidar. Disse até, lá com os seus botões: «podem levar o Ronaldo à vontadinha. Ainda se vão arrepender!»
O certo é que o animal foi confiscado. As finanças arranjaram maneira de o pôr a render...
Todavia, __e aqui é que está o busílis__ o cavalo não reagia quando apareciam as éguas para a fecundação!!!
Foram buscar as mais lindas éguas a Alter do Chão__onde existem os mais belos exemplares da raça lusitana__ mas «Ronaldo» não se fazia ao bife...
Que fazer?! Teixeira dos Santos não se conteve. Mandou perguntar ao antigo proprietário qual a razão para este estranho comportamento do animal.
Quando interrogado, ele exclamou triunfante:
__Eu não vos tinha avisado? Sabem porque é que ele não cobre as éguas?!»
Perante o mutismo de Bernardino Quintas, o zelozo homem do fisco, ele rematou assim:
__É que ele, agora, sente-se funcionário público!!!

sexta-feira, outubro 08, 2010

Árvore das patacas...


_Senhor presidente, o senhor como economista, me diga: além do santuário de Fátima há algo mais que seja digno de atenção?!
__Vossa Santidade já tem ouvido falar no Cristiano Ronaldo, essa jóia da coroa?!
__Por amor de Deus, não me fale nessa criatura dissoluta e pecaminosa... fale-me de algo que valha a pena... algo que dê frutos sãos, não me fale em maçãs podres!...
__Sim, sim... falando de árvores.... temos cá as misericórdias!!! são uma árvore das patacas!!!
__Vejo que percebe onde quero chegar. Vou dar já instruções para que se comecem a colher todos os frutos...
__Folgo imenso em saber que vossa santidade percebe da poda!...na vinha do Senhor também há vindima!!!

quinta-feira, outubro 07, 2010

O LUTO NAS CAXINAS, DE NOVO...

Um acidente de viação foi fatal para cinco caxineiros que regressavam de Vigo e a viatura em que seguiam embateu num camião estacionado na berma da estrada. Mais uma tragédia enluta esta terra-mártir. Agora não foi o mar, foi em terra. Tantas dificuldades para a classe piscatória, assoberbada com problemas de toda a ordem e agora esta tragédia vem recrudescer ainda mais a difícil situação em que vive.

terça-feira, outubro 05, 2010

Uma diva ...

MARIEMA, a «sueca de Campo de Ourique»








Nesta República há tanto mediatismo excessivo, para quem está na moda, no topo... e simultaneamente um ostracismo feroz para quem já não está no pedestal...
Criam-se mitos , cultuam-se por vezes algumas banalidades, e depois, a fama desvanece-se e os media metem na gaveta mesmo as pessoas com mais qualidade, como é o caso desta senhora do Fado e da Revista, actualmente na Casa do Artista...

Já na ternura dos setenta, aqui vai um beijinho de um admirador... mais jovem, mas sempre atento....






MARIEMA


O fulgor ma mocidade
Já lá não está, foi-se embora
Resta apenas a saudade
Do que foi a diva... outrora.


Fica apenas o talento
Esse sim, intemporal
A classe, um doce fermento
Que incorpora o pão-astral...


Se o viço saíu da rosa
O perfume se mantém
Continua radiosa
É rosa que... cheira bem.


Cheira a Lisboa, pois cheira,
A gente sente no ar
Tão bela, sempre brejeira
Levou tempo a refinar!


Tem um sabor outonal
Folha livre... como o vento
O seu fado intemporal
Não nos sai do pensamento...


Elegância não lhe falta
Porte altivo, de rainha,
Mariema... testa alta
Diva do fado... alfacinha!

GOD BLESS REPUBLICA!!!


Esta linda criatura,
Republicana, tão bela,
Pelas ruas da amargura
E... de ruela em ruela...
Perdeu a face, coitada,
E tem tantos guardiões...
Vive tão amargurada
Rodeada de vilões.
Todos dizem respeitá-la
Colher dela ensinamentos
Fazem dela... uma «gamela»
Dela tiram... bons proventos!
Ouço tantos discursar
Mais parecem Frei Tomás
Só sabem palrar, palrar
Praticar.. fica pra trás!
Sabem toda a liturgia
Água benta e presunção...
Só fachada, eu diria,
E tudo... «A Bem da Nação!»

domingo, outubro 03, 2010

Asas... para todos os gostos...


SUGESTÃO: Talvez esta imagem desse um bom anúncio para a TAP!
«Com os pés bem assentes no chão mas de braços abertos à inovação e ao progresso

«Metamorfoses da alma...»







alma pura cristalina

que voa ao vento que passa

sem rugas sempre menina

nossa senhora da graça

a bênção quero pedir

perdoa, não sei rezar

pecarei só por sorrir?

adoro ironizar

bem sabes que tenho fé

na vida, até no porvir

devemos cantar de pé

sem espartilhos no sentir

sem amarras no vibrar

o pão nosso repartir

tudo... metamorfosear!


Marcadores:

sábado, outubro 02, 2010

PRÉMIO JOSÉ RÉGIO - 2010

Segundo relata o Jornal de Vila do Conde, o Prémio José Régio, uma iniciativa dos rotários de Vila do Conde e de Portalegre acaba de galardoar a vila-condense Isabel Leite de Sá e a portalegrense Marta Basso. Alunas que se distinguiram na disciplina de português, quer em Vila do Conde, quer em Portalegre, locais onde o Poeta peregrinou e deixou um rasto de humanismo, verticalidade e paixão telúrica.


A «nossa» Isabel é filha do advogado Duarte Leite de Sá (antigo atleta e capitão de equipa do Rio Ave FC) e de Paula Silva (na foto aquando da entrega do prémio).

Marcadores: