domingo, outubro 10, 2010

Como «Ronaldo» driblou Teixeira dos Santos...


Ele era o sustento da casa. O ti Manel de Aguçadoura tinha uma leira de terra que dava umas cenouras e umas cebolitas, mas coisa de pouca monta. Todavia, tinha o «Ronaldo». Era o seu abono de família. Tinha-lhe posto este nome por causa do seu sorriso, muito semelhante ao do craque do Real Madrid.
Tinha uma particularidade. Égua que lá fosse ficava logo prenhe. Era de uma eficácia a toda a prova. E os rebentos tinham o seu ADN: sorriam como o progenitor, com aquele ar bonacheirão e triunfalista que a todos espantava...Enfim, a coisa tornou-se pública. Nos concelhos em redor toda a gente falava no garanhão de Aguçadoura.
Enfim, o ti Manel começou cobrar forte e feito. É a lei da oferta e da procura...
Teixeira dos Santos mal tomou conhecimento da situação mandou lá o Bernardino Quintas, Técnico Verificador. As finanças exigiam que o ti Manel passasse recibos verdes, caso contrário o «bem» seria confiscado!
O certo é que o ti Manel não se deixou intimidar. Disse até, lá com os seus botões: «podem levar o Ronaldo à vontadinha. Ainda se vão arrepender!»
O certo é que o animal foi confiscado. As finanças arranjaram maneira de o pôr a render...
Todavia, __e aqui é que está o busílis__ o cavalo não reagia quando apareciam as éguas para a fecundação!!!
Foram buscar as mais lindas éguas a Alter do Chão__onde existem os mais belos exemplares da raça lusitana__ mas «Ronaldo» não se fazia ao bife...
Que fazer?! Teixeira dos Santos não se conteve. Mandou perguntar ao antigo proprietário qual a razão para este estranho comportamento do animal.
Quando interrogado, ele exclamou triunfante:
__Eu não vos tinha avisado? Sabem porque é que ele não cobre as éguas?!»
Perante o mutismo de Bernardino Quintas, o zelozo homem do fisco, ele rematou assim:
__É que ele, agora, sente-se funcionário público!!!

2 comentários:

Victor Gil disse...

Amigo Rouxinol.
Não me faças rir, que se me retém o IRS na fonte. Ehehehehehe....
Já há muito tempo que não me ria tanto. Então quando vejo o Teixeira dos Santos ou o Sócrates, fico com urticaria e depressão miudinha.
Um abraço.
Victor Gil

rouxinol de Bernardim disse...

Victor:

Não é caso para tanto...mas que às vezes dói, lá isso dói...