sexta-feira, julho 16, 2010

A Traição...




No banco do jardim... a mão esquerda num alvo... a direita noutro...
Ele desconfiava. Chegou mais cedo e apanhou a mulher na cama.. .com a melhor amiga. Amiga do peito...
Não, não a matou... despiu-se e...disse: « quando a crise é de abundância, há que tirar proveito!»

4 comentários:

Adriano disse...

Olá amigo! Vim agradecer sua visita e aproveito para dar-te os parabéns pelo conteúdo divertido e bem elaborado do seu blog.

Abraços!
Adriano Berger
http://nanoberger.blogspot.com

carol sakurá disse...

OLá!
Obrigada por visitar ao Le Poete en fleur!
Gostei dos textos e linguagem!
Abs!

Tere disse...

ola amigo,primeiro venho agradecer sua visita.amo seu blog,bem variado.foto sensual,tere.

Padre confessor disse...

Ora nem mais, juntou-se o útil ao agradável e ninguém se chateou.