rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quarta-feira, maio 10, 2006

DIVINO EÇA, QUE FALTA FAZES HOJE!


Agarraste a verdade, nua e crua
Puseste o nome aos bois na praça pública!
Como faz falta, hoje, a graça tua
Rindo da hipocrisia na República!


Há reisinhos, reizetes e monarcas
À mercê do sarcasmo popular!
Alguns são governantes, há autarcas
Até Bispos... com lombo a chibatar!


Com a acidez da pena verrinosa
Traçaste um quadro rude, verdadeiro,
Justo!, nada ficou lá no tinteiro!...


Sátira tão perfeita e saborosa
Petisco literário a tua prosa
Mensagem actual, lídimo poveiro!

Rouxinol de Bernardim

2 Comments:

Blogger Cleopatra said...

Sátira tão perfeita e saborosa
Petisco literário a tua prosa
Mensagem actual, lídimo poveiro!

Que mais se pode dizer em três frases?

9:43 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Concordo plenamente consigo, Cleopatra: Eça foi um dos mais brilhantes escritores de sempre!
A sátira, tão subtil, às vezes, é uma preciosidade! Os sortilégios do amor, as hipocrisias clericais, as pulhices políticas estão retratadas de forma sublime na sua obra!

Como eu gostaria de assistir às diatribes dele, para com os "pulhas" de hoje!

Isto continua uma "choldra"!!!

Faz falta um Eça actual! Então na Póvoa de Varzim de hoje é pena não haver uma pena tão acerada como a dele!

5:56 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home