rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, junho 22, 2014

BES, NOVO TITANIC?!!!

 

Enquanto o país oscila entre o glorificação desmesurada dos mitos da bola, canonizando-os num processo sumário, até à crucificação intransigente, sem qualquer atenuante,  como é típico das sociedades bipolares, propensas ao entusiasmo desmedido das turbas ensandecidas e, quase de imediato, ao extremo oposto,  como se fosse a coisa mais natural, o país profundo observa com apreensão e uma certa angústia,  o universo bancário que nos inferniza a vida.

Depois do BPN, do BPP, do BCP e de mais alguns de menor dimensão, surge agora,  em todo o seu tremendismo mediático o caso BES. Este banco tinha estado envolvido em sucessivos escândalos (Mensalão, Sobreirogate, Furacão, Monte Branco, e sei lá que mais...), irrompendo agora, com todo o seu esplendor catastrofista , o BES Internacional e o BES Angola!

Que mais irá acontecer?!
Como é possível continuar esta saga tenebrosa, onde a promiscuidade e a irresponsabilidade se conjugam para fazer enriquecer rapidamente um grupelho ambicioso onde a ganância é diretamente proporcional à falta de escrúpulos, e onde o espírito rapace  é a imagem de marca mais evidente e palpável.

Onde é que isto irá parar? Portugal , o Portugal que paga impostos e mais impostos  , que vegeta no desemprego e na miséria salarial, que assiste a cortes e mais cortes no Estado social, que observa as corrupções danosas a todos os níveis, interroga-se e  analisa com preocupação todo este cenário dantesco...

Como é possível o Banco de Portugal continuar a ver navios?!!1
E a união europeia deixa isto caminhar para o abismo cruzando de forma cúmplice, os braços corrompidos...
Razão tem o professor Viriato Soromeno Marques ao evocar os milionários que iam no Titanic, que deram lugar nos botes salva-vidas a mulheres e crianças. Esses sim, eram elite, eram Humanos, esta elite que pontifica na banca, se circulasse no Titanic, salvar-se-ia sem dúvidas por motivos óbvios...
VER AQUI O ARTIGOhttp://www.dn.pt/inicio/opiniao/interior.aspx?content_id=3032870&seccao=Viriato%20Soromenho%20Marques&tag=Opini%E3o%20-%20Em%20Foco