rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, abril 01, 2007

MAX, O SAPO E A POMBA BRANCA...

A coragem da liberdade, clarividência do Espírito Santo!
... o rosto da prepotência!








Max, o imortal cantor da "Pomba Branca", "Mula da Cooperativa" e tantos êxitos, que ainda hoje perduram na memória do povo...
Funchal, ó terra serena,
Onde falta a Liberdade,
O sapo é quem mais ordena
É o rei da impunidade!
Quem não votar no João
Diz ele, com arrogância,
Já sabe que perde o pão...
Vocifera com jactância!...
Pomba branca, pomba branca,
Ó pomba da liberdade,
Pomba branca, pomba branca,
Regressa a esta cidade.
Não temas os sapos, não,
São papudos, são feiosos,
São papos de corrupção!
Pomba branca, vem então
Expulsar os mafiosos...
Pomba branca, pomba branca,
Voa sempre em liberdade,
Diz-me lá, mas sê-me franca:
Achas que há moralidade?!
Nesta vil "sapocracia"
Há tudo... menos vergonha!
Temos noite!, queremos dia!
O sol da democracia
Que venha, e jamais se ponha!...
E... mesmo que esteja frio,
Os sapos andem no cio,
Inchados, a rebentar,
Meu Povo, enche-te de brio,
E... não deixes de ir votar!
joteme

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home