rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quarta-feira, junho 08, 2011

«Autoridade orçamental independente»...





Pedro Passos Coelho ainda não sabe se o CDS aceita um governo de coligação, ainda não tem governo nem estratégia governamental mas, já dá dicas sobre um tema delicado, que deveria merecer profunda ponderação da parte de todos os interessados.



Será um «tiro no escuro»? Será mais uma cena de voluntarismo tão típico dos ingénuos úteis que nos têm governado?



Este país tem excesso de leis, tem excesso de organismos (alguns dispersos, de âmbitos paralelos e descoordenados), tem falta de pragamatismo.



O Tribunal de Contas tem poderes que não exerce em plenitude. O Banco de Portugal esteve a «leste do paraíso» quando o BPN e o BPP se iam afundando numa anarquia e numa vertigem alucinantes. E tinha poderes para prevenir este descalabro...



Esta Alta (tem de ser, dá mais pompa à entidade...) Autoridade Orçamental que poderes terá?! já foi isso discutido? Onde? Não irá colidir com outros organismos já existentes e com funcionalidades já do domínio público?



Precisamos de arbitragens sérias, isentas, idóneas. As empreitadas, os fornecimentos, as admissões de técnicos, têm sido feitas de tal ordem que proporcionam um caldo de cultura promíscuo e conducente ao despesismo e, quiçá, à corrupção larvar... o conceito de «urgência» tem de ser usado com um carácter muito restrito, sob o parecer de uma entidade séria e isenta.



Agora, esta entidade, com indígenas e figuras da estranja, não irá esboroar-se, caindo no ridículo, como aconteceu com a famosa alta autoridade contra a corrupção, que dava conhecimento aos presumíveis infractores de indícios de ilegalidades antes mesmo de os investigar?! Será que vamos caír no mesmo processo, colidindo com os tribunais existentes?

Serão «olhos e ouvidos» do FMI? Da senhora Angela Merkel? Do senhor Sarkozy?

Não há cá técnicos competentes? Estão todos ocupados em altos cargos?

Novos boys se perfilam no horizonte, vindos da estranja, altos, loiros e espadaúdos...

Se o ridículo pagasse imposto, isto vinha em boa altura...
Será que a síndrome do colonizado se apoderou já de PPC?!


Será que se vai abrir uma nova caixa de Pândora?!



O CDS, não tendo sido consultado, com que cara é que vai enfrentar este Pedro Passos Coelho que começa a mostrar uma ingenuidade (ou autoritarismo...) dignos de meditação?



Este país está a abarrotar de «autoridades», «observatórios», «comissões de acompanhamento» e tanta tralha burocrática que cheira mais a despesismo pretensioso...ou estulto controleirismo...

4 Comments:

Blogger Zé Povinho said...

É mais uma redundância para juntar ao rol que existe, de quem parece esquecer-se de que a própria troika ( a tal que verdadeiramente manda) vai ter um controlo bem apertado.
Abraço do Zé

5:43 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

A procissão vai no adro, mas promete...
Só vemos ilusionistas e chefes de banda. O titanic afunda-se... e vai continuar...

6:06 AM  
Blogger São said...

E prometem eles acabar com as sinecuras? Começam bem, não haja dúvida!!

Boa semana.

6:34 AM  
Blogger Rosa dos Ventos said...

Agora é o coelho a tirar ilusionistas da cartola! ;-))

Abraço

9:08 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home