rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quarta-feira, dezembro 20, 2006

A VIRGEM MORREU... À FOME!!!



Capricho da Natureza
O insólito aconteceu:
Pomba de rara beleza
Quase sem bico nasceu!

Deficiência insanável!
De fome iria morrer...
Eu dava-lhe água potável
Milho... até mais não poder.

Viveu feliz e contente
Sorria... ao ver-me chegar!
Eu era um "pai" previdente
Gostava de a alimentar...

De brancura imaculada
Branca de Neve, eu diria,
De Virgem foi batizada
Por singela analogia...

Virgem olhava p'ra mim
Como um deus, um redentor...
Nunca me senti assim
Como um anjo protector...

Nas férias também seguia
À distância, o seu fadário...
"Paternalismo", eu diria,
Era meu... o seu calvário!

Mas um dia aconteceu
Um factor imponderável:
Uma fractura ocorreu
Ao fazer jogo amigável...

À Virgem ninguém ligou...
Esquecimento lamentável
E... toda a gente chorou
Morte horrível e evitável!!!

A Virgem... morreu à fome!!!
Não consta nas Escrituras...
Oh!, ignomínia sem nome,
Fonte das minhas torturas!!!

A Virgem imaculada
A alma me fracturou
Aquela perna quebrada
Foi Deus... que assim a levou!!!

R. de B.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home