rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, dezembro 10, 2006

MATOSINHOS: o rosto e a alma...


















As terras também têm rosto:
Matosinhos é rincão
Onde o povo é bem disposto
Leva a vida com bom gosto
Tem o mar no coração!

Mesmo nos dias de pranto
O Senhor de Matosinhos
Estende à terra o Seu manto
Quem sofre... não sofre tanto...
Nem há lugar para espinhos!

Um rosto de maresia
Na lota se pode ver
Gente que faz poesia
Do trabalho uma elegia
É gente de um só querer!

Florbela Espanca aqui jaz
Com seus sonetos de amor...
Finalmente livre e em paz
Quanta nostalgia nos traz
Seu ar terno e sofredor!

Nas docas, os marinheiros,
Matam saudades de terra:
Repousam, rudes guerreiros,
Fazem ondas, desordeiros,
Nalguns locais lançam guerra...

Esta placa giratória
Sempre, mas sempre a girar...
É colmeia migratória
População piscatória
Que na alma... só tem o mar!...

Matusalém

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home