rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quinta-feira, março 09, 2017

Efeitos branqueadores...



Este Papa tem sido acusado de ser comunista e coisas no género, como toda a gente que se dispõe a atacar os grandes vampiros da era moderna. Já o arcebispo de Olinda e Recife, D. Helder da Câmara,  dizia que quando defendia os pobres e lhes dava de comer o chamam de santo. contudo, quando explicava as razões profundas da pobreza, o chamavam de "comunista".
É infelizmente o cenário mais comum hoje em dia. Qualquer cidadão, íntegro, sem conexões a partidos ou a seitas políticas é logo apodado de "comunista" se ataca a sério as razões profundas da miséria. E elas são tantas e tão óbvias, que só não as vê quem não quer!

Vejamos aqui entre nós o descalabro com os parcerias público-privadas, que redundou num escândalo financeiro que só prejudica o Estado e salvaguarda de forma excessiva os interesses privados. Os SWAP'S foi outra machadada  no bom senso, na defesa do interesse  público, em detrimento do interesse privado.
Aqui em Vila do Conde o que vemos com o excessivo empenhamento da edil local com os interesses do Sr Agonia, dono dos Hospitais Senhor do Bonfim, é algo de perturbante.
O Grupo foi criado na expectativa de fazer parcerias rendosas com o Estado. contudo, a situação calamitosa das nossas finanças públicas é preocupante e não convida a  negociatas deste calibre...
Assim, de uma forma que não deixa de preocupar os que olham para estas coisas com olhos de ver, há quem queira reeditar cenários de "benemerência" à custa do erário público. É sabido que o Grupo Hospitalar está subaproveitado pois a construção foi megalómana.  A procura é insuficiente. Logo há prejuizos óbvios. Culpa de quem? querem alimentar um "elefante branco" com o dinheiro de todos nós?!
A culpa é de quem geriu expectativas demasiado altas. Culpa de quem quis antecipar-se ao Estado julgando colher saborosos frutos. Contudo o tiro saíu pela culatra...
Alguns que passam a vida a "arrotar santidade", dão péssimos exemplos, desbaratando dinheiros públicos com "caridades" que redundam em engorda dos mais ricos e depauperamento dos mais pobres... Tirar ao Estado (a todos nós...) e dar aos argentários, não é  aceitável, mas sim digno de censura!

O que pensa a câmara da Póvoa de Varzim? Tem o bom senso suficiente para não embandeirar em arco e limita-se a querer fazer obras de ampliação da estrutura estatal existente. E muito bem.
Já basta de jogadas de bastidores . Já basta de negócios pouco claros... O país precisa de transparência absoluta e austeridade  pois se nós vivemos em austeridade porque não o Estado e seus tentáculos?!  Será que a câmara da Póvoa de Varzim, por defender o interesse público, é comunista?!
Post scriptum: Um conhecido autarca de Vila do Conde dizia-me a sua opinião desta forma:
«Sem bairrismos doentios, sem defesa de campanários paroquiais, punha-se o assunto à consideração popular, com um referendo nos dois municípios. Definia-se o custo de cada opção e punha-se o povo a votar. Democracia mais pura e cristalina não há». Tem carradas de razão.


Post Scriptum: A dra Elisa Ferraz da camara de Vila do Conde, apologista do negócio com o Sr Agonia (do Hospital Senhor do Bonfim)  diz (VER AQUI) que a ampliação do Hospital da Póvoa custa 30 milhões!!!
Será que já se sabe o conjunto de obras que se vai realizar na Póvoa para dar satisfação aos anseios da população, julgo que ainda não se falou nisso sequer e ela já está a lançar no ar números bombásticos! será prudente, será sensato, será intelectualmente honesto?! O que faz correr a Dra Eliza Ferraz?!

2 Comments:

Blogger Antoinette said...

SEMPRE ATENTO. Excelente reflexão. obrigada pela partilha.Abraço.

2:29 AM  
Blogger Jose Leite said...

Antoinette:
Obrigado pelo comentário. Não tenho partido, mas sempre pretendo tomar partido pela racionalidade económica, pelo bom senso, pela boa aplicação dos recursos públicos. Isto aprende-se no meio familiar, na escola, enfim, a política é o reflexo do que se colheu... a defesa de interesses privados, por vezes, tem uma face oculta: o eleitoralismo... e não digo mais. Abraço.

3:53 AM  

Postar um comentário

<< Home