rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quarta-feira, julho 11, 2012

Portugal entre a «troika» e a parede...


O recente chumbo do TC ao corte nos subsídios de Natal e de férias  para 2013 (abrirá a porta para a extensão do dito aos privados?) deixa o governo sem rumo. Sim, porque de fato quem manda cá, em toda a linha, é a «troika». Fica-se na expetativa do que a «troika» alvitrar para ultrapassar eventuais dificuldades...

Pobre país, de tanga, sem rumo, sem ideias próprias, sem meios, sem lideranças.

 Estamos  em situação  muito  semelhante ao que se verificou ao tempo da invasão castelhana: o tempo dos Filipes...  E temos um nosso concidadão a liderar a U. E., quando o que vemos, de fato, é que uma dupla germano-francesa tem vindo a impor as regras ao todo europeu, sem que se vislumbre um resquício de indignação perante este status quo.

Ai Viriato, Viriato, a raça lusitana outra vez colonizada por novos romanos... agora com feição saxónica...

Até quando?!