rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sábado, outubro 14, 2006

O POLVO-GIGANTE!








Pletórico de energia
Cheio de truques verbais
Ele odeia a poesia
O cifrão? ... Idolatria
Que faz pecados mortais!

Lança tintas despistantes
Perito na camuflagem
São rugidos, são purgantes...
Desculpas mirabolantes
P'ra enganar a marinhagem...

Nos leixões da burguesia
Anda um polvo endiabrado
Come Lazer... quem diria?!
E até corruptocracia
É regabofe pegado!...

Nos concursos, lá no mar
O polvo sai triunfante
Não é veloz no andar
Mas tem artes de fintar
O árbitro num instante!

E o polvo lá vai medrando
Ninguém o apanha, não!
Legislação vai driblando
As redes vai perfurando
Tem a gazua-cifrão!...

Rouxinol de Bernardim

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home