rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sábado, outubro 14, 2006

Guerra Junqueiro, a lucidez crítica!







Quando o clericalismo doentio
Comandava o poder que apodrecia
Tu foste um lutador viril, sadio,
Vergastaste com força a hipocrisia!

À corrupção velhaca tu lançaste
Chalaça corrosiva, sem temor...
Ao clero videirinho atacaste
Como alguém que lanceta vil tumor!

Vendilhões desse templo, sem pudor
Denunciaste, rude, com bravura...
Tu, servo dessa vinha do Senhor!...

Ando - Guerra Junqueiro -, à procura,
De alguém com teu perfil demolidor
P'ra destruír o Templo da Censura!!!


Rouxinol de Bernardim

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home