rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quinta-feira, abril 11, 2013

«SEGUREM-ME, SENÃO INCENDEIO O MUNDO!»








http://www.jn.pt/PaginaInicial/Mundo/Interior.aspx?content_id=3157529

O líder nortecoreano anda a ameaçar a Coreia do Sul  e  países limítrofes para impressionar os militares .
Frágil e timorato, receia perder o controlo sobre os militares e assim afivela a máscara do todo-poderoso, do façanhudo, para que seja falado e temido externamente, para, de fato,  calar opositores internos...

Fanfarronadas e mais fanfarronadas só para colher benefícios diretos e indiretos (os USA poderão contribuír com algo para calar a besta...), enfim, uma estratégia bem conhecida e várias vezes ensaiada cá em Portugal por um conhecido político... esse mesmo, o «querido líder» da Pérola do Atlântico... ensaia habilmente o discurso belicista (contra Lisboa, os cubanos do contenente, as máfias ocultas... que nos querem roubar a autonomia...), para esconder a sua própria fragilidade, o seu fracasso na governação local, as suas cómicas tiradas dignas de um histrião de feira...

Assim vai o mundo...