rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, agosto 27, 2010

Respeitar a tradição...

No meu tempo é que era... escrevia-se com categoria. Agora a escrita é totalmente despida...
Que falta de respeito! O acordo ortográfico parece a praia da Estela! Uma vergonha!!!
O véu é muito importante. A mulher fica mais recatada, mais respeitável, mais bonita até...Com véu (ou lenço...) sinto-me eternamente noiva...

Marcadores:

9 Comments:

Blogger Fa menor said...

:)
Tudo evolui. até a escrita. até a praia.

10:34 PM  
Blogger Rosa dos Ventos said...

O que é a praia da Estela?!

11:25 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Fa menor:

Há quem assim não pense...

11:39 PM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Rosa dos Ventos:

É uma praia onde evas e adões mergulham no mare nostrum despidos de preconceitos...

11:40 PM  
Blogger Baila sem peso said...

Achei um encanto este espanto
com um beijinho bem repenicadinho
de lenço ao pescocinho...:)
Obrigada pelo passinho lá no meu cantinho...
quanto ao acordo...será que rio será que mordo?! heheheh

eu ´tou como essa jóia daí
´tou continuando a escrever como aprendi :)

mas nada contra a evolução...
olha o que era ainda hoje andar de tanga, à procura do Adão, de moca na mão? heheheh

Bom fim-de-semana, pois então
Beijinho bailando e rindo e fica o dito por findo :)

1:26 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Baila sem peso!

Tem carradas de razão!
Respeitar a tradição, no original, era andar à Adão e Eva...

«Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades!» dizia o Épico...

As modas vão e vêm como o vento.
Ainda me recordo do fato de banho do meu pai: era uma peça digna de museu, uma calção e camisola negra com alças!... Tudo numa peça só!...
Era crime verem-se os pelos do peito!...
As saias das senhoras iam até ao tornozelo e não passavam daí!
As mulheres não podiam entrar na igreja sem véu!!! Era pecado, e o padre era capaz de insultar quem ousasse tal desvario!!!
Ainda me lembro de ouvir um padre verberar publicamente uma madrinha, num batizado, por trazer um vestido que mostrava umas costas tentadoras e cheias de luxúria pecaminosa!!!A tentação da carne no seu mais elevado expoente pecaminoso!!!
Ela teve que ir mudar de roupa!!!
Um escândalo dos diabos!!!
Agora??!!!
Todos nos rimos dessas pudícias enfadonhas e caricatas...

1:55 AM  
Blogger Rosa dos Ventos said...

Não fazia a mínima ideia! :-))
Obrigada

5:17 AM  
Blogger Vivian said...

...neste caso do padre e
as costas nuas da madrinha,
é claaaaro que ele não
conseguiria realizar a
cerimônia porque seus olhos
iriam denunciá-lo.

ou padres não sofrem com
os desejos da carne?

duvido!

bj

11:26 AM  
Blogger Valéria said...

Obrigada pela visita e pelo elogio.
Quanta a praia de Estela, deve ser um dos poucos paraísos.
Um excelente final de semana.

12:13 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home