terça-feira, agosto 03, 2010

O jornalismo está de luto...

Após um calvário de 15 anos faleceu o jornalista Mário Bettencourt Resendes.
Uma referência no jornalismo são, isento, não seguidista, nem caceteiro.
Foi sempre para mim uma referência moral e cívica, um paradigma mediático são e digno de veneração.
Dos Açores foi sempre embaixador cultural, farol mediático, filho atento e fiel às origens.
Me curvo respeitosamente à sua memória e espero que a sua conduta sirva de exemplo a alguns que por vezes se enovelam no culto da personalidade ou no desbragamento deontológico.



Foi alma do Diário de Notícias,
Mas foi alma grande e não pequena;
Arguto mas sereno, sem estultícias
Nem excessos, fez bom uso da pena...



Da lei da honestidade não liberto;
Escravo do dever, da honra amante,
Da perfeição esteve muito perto;
Na floresta foi árvore importante.

5 comentários:

HSLO disse...

Boa homenagem...

abraços
de luz e paz


Hugo

Rosa dos Ventos disse...

Era um Senhor Jornalista!
Nunca me apercebi da sua terrível doença...

legalmente loira... disse...

Lindo,maravilhoso...amei amigo.

lindo dia com bjos.

Maria Clarinda disse...

Excelente a homenagem!!!Obrigada por isso.

Fátima disse...

Ola,
Vim reribuir a visita, chego em momento de homenagem, sempre justa aos que admiramos.

Beijo