rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sábado, maio 27, 2017

JÚLIO - SAUL DIAS

Já Foste Rico e Forte e Soberano

Já foste rico e forte e soberano,
Já deste leis a mundos e nações,
Heróico Portugal, que o gram Camões
Cantou, como o não pôde um ser humano!

Zombando do furor do mar insano,
Os teus nautas, em fracos galeões,
Descobriram longínquas regiões,
Perdidas na amplidão do vasto oceano.

Hoje vejo-te triste e abatido,
E quem sabe se choras, ou então,
Relembras com saudade o tempo ido?

Mas a queda fatal não temas, não.
Porque o teu povo, outrora tão temido,
Ainda tem ardor no coração.

Saúl Dias, in "Dispersos (Primeiros Poemas)"


Júlio Maria dos Reis Pereira o Poeta Saul Dias e o Pintor Júlio, uma trindade de excelência.
Só falei com ele uma única vez, mas bastou. Ficará indelevelmente gravada a conversa que tivemos no antigo Café Bica Italiana. Jamais esquecerei a premonição que me fez então.

«O burguês e a prostituta» quadro de Júlio.

1 Comments:

Blogger Teresa Durães said...

Não conhecia mas gostei!

1:13 AM  

Postar um comentário

<< Home