rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, agosto 19, 2016

Veredas estreitas e manhosas...



Nas veredas estreitas da promiscuidade
passeiam, macambúzios, sem norte,
à deriva, desvairados, no mar da irregularidade,
ao arrepio da lei, só boçalidade,
esgrimindo argumentos estultos,  feridos de morte!

A deusa justiça, sobranceira, já torce o nariz
e até a Divina Providência
não parece ostentar um olhar feliz
ao ver dislates com tanta frequência
já esgotou o stock de clemência...

Enfim, sem rei nem roque, ao Deus-dará
o povo está atento, não mais quer ser gado,
sabe que o seu voto, é um maná
que sustenta a clique que no pedestal está
até ao dia em que for tudo desmascarado!