segunda-feira, janeiro 21, 2013

Rui Moreira: fiel da balança?

A candidatura de Rui Moreira a presidente da câmara do Porto anuncia-se como  a maneira mais eficaz de travar o populismo exacerbado de Menezes, uma marioneta bem usada pelo JN, que o tem levado ao colo, com páginas e páginas de publicidade gratuita, tal qual fez com Ferreira torres, o edil do Marco, entretanto caído em desgraça... 

Menezes, o populista mais elitista do norte, quer chamar a si os tenentes do poder económico e financeiro pensando que com eles__ quais pastores de cajado plutocrático...__poderá conduzir o rebanho de crédulos ao seu porto...

O JN dá páginas e páginas ao bezerro de oiro, apaparicado pelos Midas do norte, convencido que o zé pagode vai no engodo...

Pizarro, ostracizado e até vilipendiado pela comunicação social, continua impávido e sereno não se deixando intimidar pelo vento mediático que sopra a favor do truão despesista e populista...

No centro do furacão surge Rui Moreira, sereno,  confiante, sem boutades excêntricas nem cães de guarda mediáticos e plutocráticos, podendo assumir-se como o fiel da balança, o líder de fato, face a duas correntes fortes mas não hegemónicas...

Oxalá Rui Moreira ponha um travão a este caudal populista que ameaça transbordar as margens do bom senso e inundar a praça pública causando danos incalculáveis...

2 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Se fosse eleitora no Porto muito teria que pensar! :-))

Abraço

Rui da Bica disse...

Não creio que a presença de Rui Moreira consiga anular a vitória de Menezes ! ... Quando muito poderá evitar uma maioria absoluta !
O candidato do PS não terá a menor hipótese !

(não porque eu vote no Porto. Voto em Ermesinde).
.