rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

domingo, março 18, 2012

Professora suicida-se. A filha interroga-se...

No blogue do escritor Manuel Poppe deparei com esta história bem triste. Uma professora suicida-se devido às agruras da profissão. A filha escreve uma carta e interroga-se sobre o clima envolvente, a escola que estamos a criar e os monstros que vão proliferando ali...
Já não é o primeiro caso de suicídio. Os professores e a sociedade em geral deviam aprofundar esta situação lamentável.



9 Comments:

Blogger Rosa dos Ventos said...

Fiquei mais do que incomodada!
Sou/fui professora 38 anos e quando saí estava completamente destroçada!
Cheguei também a duvidar da minha capacidade para ser professora naquele contexto...imagino agora!

9:25 AM  
Blogger Táxi Pluvioso said...

Isso parece comum a todas as profissões. (Bom, e se calhar também aos desempregados). boa semana

8:40 PM  
Blogger elvira carvalho said...

Fiquei triste e incomodada. Em Portugal passou-se do 80 para o oito. Ou vice versa. Lembro que quando eu fui para a escola a primeira vez a minha mãe disse à professora.
Se ela precisar, se for malcriada, a senhora chegue-lhe a roupa ao pêlo. Desde que não lhe parta uma perna ou um braço não se preocupe, só se perdem as que caiem no chão.
Também me lembro em Luanda no Colégio Marista, em Janeiro de 75, uma professora ter sido expulsa por ter dado uma bofetada num aluno que lhe chamou p***.
Um abraço e bom Domingo

1:36 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Rosa dos Ventos:

É lamentável o actual status quo...há que mudar depressa este paradigma. Custe o que custar...

7:20 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Taxi: Nem todas...

7:21 AM  
Blogger rouxinol de Bernardim said...

Elvira:

É lamentável esta situação que pelos vistos continua a agravar-se... até...se chegar ao «limite»...

7:22 AM  
Blogger Mar Arável said...

O país está a suicidar-se

7:56 AM  
Blogger Victor Gil said...

Amigo.
Neste Dia da Poesia, não podia deixar de passar por aqui, para deixar o meu abraço poético e especial ao meu amigo.
Mas estas palavras só podem fazer parte de um poema adiado e socialmente castrado, de valores morais e sociais.
Um abraço
Victor Gil

6:08 AM  
Blogger Severa Cabral(escritora) said...

Aproveito o dia de hoje para tbm parabenizar os poetas por ser o dia MUNDIAL DA POESIA.
Nas mãos dos poetas tudo se transforma em versos tudo que nasce na imaginação...
E vc se torna poeta toda vez que ler uma poesia...
bjsssssssss!!!!

8:26 AM  

Postar um comentário

<< Home