rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo. O mundo e a sociedade sob o olhar atento e desassombrado de um cineasta do quotidiano, um iconoclasta moderno, sem peias, sem tabus, sem preconceitos.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quarta-feira, junho 27, 2007

EUSÉBIO E CRISTIANO RONALDO... DUAS FACES DE UMA MOEDA



Imagens colhidas na internet
Eusébio, o "abono de família"
Cristiano Ronaldo, o "quebra-corações"...

A sociologia ainda não se debruçou sobre este fenómeno; a economia, essa ciência que estuda a multiplicidade de aplicações de recursos susceptíveis de uso alternativo, adentro dos diversos "habitats" chamados mercados, ainda não criou leis, ainda não abordou com cuidados científicos, estas coisas, mas há que ter a coragem de ser pioneiro, de dar o"pontapé de saída"...

Há que começar a observar este novo mundo, esta nova economia, esta nova sociologia, à lupa; o futebol criou uma "tribo", uma nova "fauna", um novo paradigma.

Recordam-se de chamarem "abono de família" ao Eusébio, o imorredouro pantera negra, o maior embaixador desportivo de Portugal nos anos sessenta e setenta? Portugal, por força da sua acção galvanizante a nível mediático, também passou a surgir em mares nunca dantes navegados, em parte à sua custa, graças
à sua motricidade excepcional, ao seu faro pelo golo e pelas cavalgadas heróicas por entre florestas de pernas adversárias culminando em remates portentosos à baliza de aterrorizados "goleiros" semi-hipnotisados pela sua perfomance...

Foi, de facto, um "abono de família" para o plantel benfiquista de então.

Contudo, um outro fenómeno surge, agora, a merecer a nossa atenção.

Trata-se de Cristiano Ronaldo. Um portento dentro dos relvados e um coleccionador de "romances" digno de nota. Certas mulheres colam-se a ele na ânsia de cobertura mediática, de subida de cotação nesta "bolsa" de vaidades que é o jet-set.

Quando se atrelam a ele a sua vida muda radicalmente. Passam a ser alvo dos "paparazzi", têm o nome e foto em tudo o que é revista ou coluna social cor-de-rosa. Passam a cobrar "cachets" pela presença ou por sessões de autógrafos. São requisitadas para passagens de modelos, inaugurações, lançamentos de livros, campanhas publicitárias, coberturas de candidatos a cargos públicos, enfim, um novo mundo, uma nova atmosfera carregada de incenso mediático!

Tal como na Bolsa de acções, estas criaturas sobem de cotação quando estão sob a "protecção" do "astro" como se de uma OPA se tratasse! o seu "luzimento" atinge foros de coisa de outra galáxia, de fenómeno sobrenatural...

Até os políticos procuram a sua repentina "luminosidade" para se pavonearem a seu lado, para que a sua cotação (tantas vezes em baixa por motivos de linguagem desbragda, corrupção mal escondida, ilicitudes medrando paredes-meias com mentiras 'protectoras'...) possa subir junto das massas, elas próprias pasmadas e embasbacadas com as "luminárias" mediáticas!

Que de entusiasmo, que de deslumbramento, que de glamour!

Tudo sobe nas suas redondezas. Há quem lhes chame de "viagra" ou "abono de família" dos "paparazzi"... à sua volta tudo reluz, tudo brilha, tudo adquire contornos mágicos, conotações auríferas... o fogo da fama crepita e lança chamas incandescentes!...

Enfim, há que estar atento a este fenómeno. Há que não menosprezar as suas potencialidades. É Midas com nova aragem...

Qualquer dia temo que seja motivo para novas licenciaturas...

rouxinol



Marcadores:

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home