rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sábado, setembro 28, 2013

«CORRER O FADO», na Tailândia...

http://maquiavelencias.blogspot.pt/201http://maquiavelencias.blogspot.pt/2013/09/correr-o-fado-um-enorme-espectaculo.html3/09/correr-o-fado-um-enorme-espectaculo.html

Parabéns pelos 120 anos!!!

O F.C. do Porto faz hoje cento e vinte anos. Muitos parabéns!

terça-feira, setembro 24, 2013

 Portugueses:
Nesta hora difícil em que a austeridade se impõe e a equidade deve ser um imperativo nacional, queria falar-vos da palavra DIGNIDADE.
...

Ouço falar nela para justificar mordomias sem conta sobretudo em carros de luxo para altas figuras do Estado. Ora cada um vale pelo que é e não pelo que tem. O ser não se pode identificar com o ter. S. Francisco de Assis deu um belo exemplo de desprendimento e de cidadania. Viveu de forma espartana para dar exemplo ao mundo. Sugiro que os governantes portugueses sigam o exemplo dessa figura da Igreja. Por que não andarem todos de lambreta? Ou então usarem o carro do Papa, a Renault 4L, um veículo tão digno ou mais do que as bombas carissimas que usam e que chocam os portugueses de bom senso e de reta intenção. Austeridade para o povo, e luxo, coisas sumptuárias e ostentatórias, para os alegados «provedores do povo»? Sede justos, sede pedagógicos, sede dignos do momento que passa.

Portugueses:
Se os vossos governantes continuarem a exibir sinais de luxo e de ostentação, sem respeito pelos valores da EQUIDADE, só há um caminho a seguir: apeá-los do poder...
Com o chicote da crítica, tal como Jesus fez aos vendilhões do templo, castigai-os sem dó nem piedade. Aproveitai o dia 29 de setembro e usai o chicote do voto... também é eficaz...

domingo, setembro 22, 2013

A VERDADE NUA E CRUA...


Finalmente ela teve a coragem de confessar:

__Sim, dei o meu aval... contudo... e há sempre um contudo que estraga tudo... contudo, dei-o sem ter todos os elementos  para ajuizar com rigor. Sim, eu tinha a convicção, tal como a grande maioria dos meus colegas, que as taxas de juro poderiam subir muito no futuro, ora, para acautelar esse cenário, e porque o marketing foi muito sofisticado, o produto foi embalado numa linguagem tão apelativa,  os argumentos catastrofistas eram de tal forma indiciadores que os juros poderiam subir em espiral, que, fizemos aquilo que nos pareceu a opção certa no momento. Se o divino Espírito Santo nos tivesse informado que os juros começariam a descer brutalmente em breve, não tomaríamos tal opção...

Enfim, o Espírito Santo (não confundir com o treinador do Rio Ave...) falhou e nós fomos todos induzidos em erro, na mais pura boa fé, sem sombra de pecado. Esta é que é a versão nua e crua da coisa...
Estar a castigar alguém, agora que já sabemos o que sabemos, é cruel, injusto, imoral...
Por isso, assumo integralmente o meu comportamento__ indigno, injusto, cruel...__ pouco ético ao arranjar bodes expiatórios imolando-os no altar da coisa pública, para me defender a mim própria, para respaldar a minha imagem de vestal do templo da verdade, e assumo a ideia generalizada de que me deveria demitir punindo esse meu comportamento. Contudo, e há sempre um contudo que se sobrepõe a tudo, o meu dever de lealdade ao primeiro ministro e ao país impõe que me mantenha no espinhoso cargo até terminar a tarefa hercúlea a que me propus e da qual não vou desistir pois isso seria traír o meu povo, o compromisso de lealdade e de solidariedade para com todos os elementos do barco governativo. Não sou um rato a abandonar um barco em perigo, ficarei até o fim...jamais abandonarei o barco. Não sou uma rata em fuga..

sexta-feira, setembro 20, 2013

ANSIEDADE....

http://www.noticiasaominuto.com/politica/108150/s%C3%B3crates-lan%C3%A7a-livro-sobre-pol%C3%ADtica

É com natural ansiedade que o país aguarda uma nova faceta de José Sócrates: escritor.

O seu perfil moral e cívico é  de tal ordem que a obra ficará uns tempos no topo das vendas. Ele vende...  se vende...

É óbvio que pessoalmente não espero nada de original, contudo, o país que temos devora estas coisas com    uma volúpia  indescritíivel. Meia dúzia de banalidades, num estilo pomposo e grandiloquente,  muitos autoelogios como é seu timbre,  muita propaganda televisiva, os opinion makers dizendo maravilhas e  o mercado está aí de olhos esbugalhados pasmado por tanta erudição...

Enfim , mais uma estrela no céu mediático brilhando intensamente... 

Novo «Triunfo dos Porcos»?!!!

http://sol.sapo.pt/inicio/Politica/Interior.aspx?content_id=85912


Um porco no espeto é rei
Na festança eleitoral
Mas é um porco de lei
Ganha um porco o maralhal!


Mas se o triunfo é dos porcos
Disse Orwell nos livros seus
Com porcos... se compram porcos
Que porcaria... meu Deus!

Tentação da carne, vil
Pecado de gente má
Depois, dão presuntos mil
Do Estado, que é o seu maná!!!

quarta-feira, setembro 18, 2013

Valentim chegou ao fim?

O chumbo definitivo da candidatura de um projeto que tinha em Valentim Loureiro o  mentor, para a camara de Gondomar, poderá arrefecer um pouco os animos do autarca; contudo ele não vai parar na sua saga que teve no poder local e no futebol os ingredientes mais polémicos e emblemáticos.

O seu génio, a sua aura, o seu populismo deram frutos. Ele é, quer se queira quer não,  o tipo de político que singra no povo que temos...

Eu detesto este tipo de políticos, conheço as suas manhas, os seus truques, as suas vitimizações teatrais, o seu recurso patológico à comunicação social. Contudo, o povo ingénuo e simplório (que é a  maioria ainda neste país atrasado e sem cultura...) adora-o e não vê nada além daquele sorriso dentífrico, aquele ar angelical, de charlatão de feira capaz de vender  por lebre todo o gato que aparecer...  Ele é o político típico do Portugal de hoje.  Usa o futebol com a mestria de um midas sem escrúpulos. A pretexto de  incentivar o futebol ele promove os seus tentáculos humanos, as suas marionetas de estimação, e dá-lhes meios financeiros para levarem avante todos os projetos....

A política é para ele um palco de feira, onde se sente como peixe na água...

O pagode, o povão (como dizem os brasileiros), simplório e ingénuo fica pasmado a contemplar as suas diatribes, o seu ar vitimizador, a sua mestria no palco mediático. O país não lucra nada com ele, antes pelo contrário. Quem lucra é apenas a restrita corte que o adula, o protege, o leva ao colo nos palcos mediáticos e não só...

É URGENTE MUDAR DE POVO!!! 

«Na política vale a pena ser criminoso» diz o político Fernando da Costa

http://www.ionline.pt/artigos/portugal/fernando-costa-na-politica-vale-pena-ser-criminoso

Já tinha assombrado o país dizendo num congresso do seu partidfo (PSD) que era mentiroso por ser presidente da câmara. Ou seja, se o não fosse nunca teria chegado a ser eleito!!!

Frontal, honesto, simples ou simplório... mas genuino. Outros, ladrões, mentirolas compulsivos, acham-se uns anjinhos sempre a vitimizar-se quando lhes atiram com a verdade à cara...

segunda-feira, setembro 16, 2013

Inveja, ódio, mau olhado...

Já virou cassete. Ele repete-se até à exaustão. E o JN dá-lhe guarida de forma despudorada violando todas as elementares regras de deontologia. Está a ser levado ao colo. Nada diz de novo, usa sempre a mesma retórica balofa e requentada. Quando o criticam, com lógica e  acutilância pelo seu populismo e pelo despesismo galopante, procurando ganhar votos à custa de abusos de dinheiros públicos, ele acusa os adversários de «inveja», «ciume», «ódio de estimação»...

É ridículo, patético, insano. Sempre a mesma cassete, sempre o mesmo discurso vitimizador. Perseguido por pessoas invejosas, que odeiam o seu carisma, a sua genialidade administrativa, o seu triunfalismo eleitoral, a sua queda para as festas e os foguetórios...E para as tripas à moda do Porto também...

Mete dó tanta insipidez, tanta falta de originalidade, tanta vitimização ... 
Será que a CNE ainda não teve coragem de censurar o JN?!

Portugal sequestrado pelo medo?!

http://www.esquerda.net/artigo/vasco-louren%C3%A7o-portugal-tornou-se-num-pa%C3%ADs-sequestrado-pelo-medo/29443#.UjV7-mz5QFA.facebook

A frase é de Vasco Lourenço.  Talvez tenha razão. Há situações aflitivas nalguns lares, o abismo está à espreita. O próximo ano será dramático não tenhamos ilusões...

domingo, setembro 15, 2013

A MÃE NATUREZA!!!

sexta-feira, setembro 13, 2013

JUSTIÇA, VESTAL IMACULADA?!

Não, não é. Ela tem estado até na génese de muita promiscuidade impune. Ela defende-se dizendo que não tem meios, contudo, nós apercebemo-nos que por vezes falta vontade também. A montante do «sistema» existe um parlamento que também tem culpas no cartório: cria leis só para inglês ver, ineficazes, contraditórias, estatuindo principios e objetivos paradigmáticos, nobres,  mas, em simultaneo, cria também mecanismos de excepção que derrotam os tais princípios. Ela é por vezes morosa, criando mecanismos dilatórios excessivos, garantismos abusivos, contribuindo para que se diga, sem grande margem de erro, que muitas vezes, demasiadas vezes «o crime compensa». Leis sem poder coercitivo, em que a cominação é tão suave que  estimula práticas danosas à economia, leis tão brandas que ninguém cumpre, prefere ficar a aguardar os inquéritos e as investigações que muitas vezes não surgem... a justiça, lato sensu, é muitas vezes a megera, a rameira,  a meretriz,  a mulher da vida, a videirinha...

 Tantos juizes honestos e íntegros se queixam do ordenamento jurídico, que ,  o  dizer que a justiça não é culpada de muitos insucessos na economia (lato sensu) é pretender tapar o sol com a peneira.

Muita corrupção continua impune por falta de eficácia da justiça e dos seus apêndices. O regime está em degenerescência porque a justiça (e não só) se deixou capturar pelos partidos. OLVIDAR ISTO É SER CÚMPLICE!

Mutualizar a dívida, única solução...

Este governo não tem a noção da gravidade do nosso endividamento nem sugeriu ainda medidas conducentes a uma sustentabilidade futura __ ou seja, criar condições desenvolvimentistas para suportar os encargos com a dívida__ , tanto mais delicada será a situação com os cortes brutais que irão ser implementados a curto prazo.

Há que acredite que a mutualização da dívida possa ser a única solução. E há cada vez mais vozes a pedir um esforço europeu nesse sentido. As eleições na alemanha poderão desenhar um novo figurino na abordagem de questões europeias.

Eis uma opinião sensata, susceptível de nos ajudar a aligeirar a carga, podendo gerar um mínimo de condições para a tal sustentabilidade futura:


http://www.dn.pt/politica/interior.aspx?content_id=3415166&page=-1

De norte a sul é tudo tretas....

  Mentiras, promessas, tretas,
«Dê-me lá o seu votinho!»
Fica tudo nas gavetas
O povo já está fartinho!

Há tanto burro falando
Mentindo... ao natural...
Que às vezes fico cismando
Se é burrice eleitoral!

Prometem casas, piscinas,
Que fico pasmado e mudo
Obras grandes, pequeninas
E depois... esquecem tudo!


Em troca do voto fazem
Promessas mirabolantes
Nada de novo nos trazem
Fica tudo como dantes!

A mentir, especialistas,
Prometem um céu eterno
Mas são bons ilusionistas
Fazem do céu...um inferno!

Olhem bem p'ró seu nariz
Ninguém se deixe iludir
Ele fala, e até nos diz.
«Só sabem mentir, mentir!!!»




quinta-feira, setembro 12, 2013

CORRUPÇÃO É QUEM MAIS ORDENA!!!

http://www.cmjornal.xl.pt/noticia.aspx?channelid=00000181-0000-0000-0000-000000000181&contentid=5CA5B350-3F4F-45E4-93E3-3A77850AAE1B

Até o antigo ministro Ferreira do Amaral  (ministro das obras públicas de Cavaco...) está entre os suspeitos...  a corrupção continua a ser chão que dá uvas...

Razão tem o professor Paulo Morais  ao laertar para o grande pesadelo que assola o país e que ninguém vê... ou finge não ver...

segunda-feira, setembro 09, 2013

Paz & Guerra...

A Líbia está em guerra. o país devastado, crimes sangrentos, o genocídio está iminente, com utilização de gases (Sarin?) como arma. Como obter a paz?

Deixando prosseguir a sua saga diabólica o monstro da Damasco?

Ou travando-o?

É este o dilema que se põe a qualquer consciência bem formada.

Pedir somente a paz, mantendo o actual status quo é de fato apoiar a guerra que está dizimando o povo sírio... Que me desculpem os pacifistas ingénuos...

domingo, setembro 08, 2013

A IMPRUDÊNCIA À SOLTA!!!

«Quando eu chegar à câmara do Porto talvez consiga uns lugares para os filhos dessas pessoas influentes. O Zé Guilherme vai ficar todo invejoso quando o F. C.do Porto for outra vez campeão europeu e comemorar na Av dos Aliados  O Porto vale mais «cagaia» toda, carago...».

«E não te esqueças de dizer que a marca Porto 'inda é maior que a marca Portugal!»

sábado, setembro 07, 2013

Agora sim!

__Mestre, agora se ganhar a câmara do Porto, já tenho um lugar para o guarda Abel. E também aquele guarda redes do Fão, que é irmão de um comissário da PSP e que... blá-blá-blá....

__Gosto de ti, rapaz, és sportinguista, mas gosto dessa conversa de pé de orelha...

sexta-feira, setembro 06, 2013

Prémio sumiu...

http://www.esquerda.net/artigo/moita-flores-entregou-envelope-vazio-vencedor-de-pr%C3%A9mio-nacional-de-teatro/29270#.UijJZe3P9tQ.facebook

Ele há coisas que nem parecem reais... neste país de pais natais...

quinta-feira, setembro 05, 2013

O dilema de Obama!


Barack Obama é um prémio Nobel da Paz. Ele não quer ir de ânimo leve para uma guerra na Síria, com consequências imprevisíveis, com danos colaterais intermináveis, com um provável efeito dominó de dimensão desconhecida.

O Papa Francisco I, esse, é radicalmente contra a guerra. Não quer nem ouvir falar dela...

Todavia pergunta-se: ficar como está a situação na Síria, com ataques mortíferos letais com o uso de armas químicas (a ser verdade...) contra cidadãos indefesos, será melhor?

Lavar as mãos como Pilatos será a prática mais lógica, mais sensata? Assistir a este genocídio (a ser verdade...) e ficar-se indiferente, será o melhor?

A posição do Papa é comoda, é digna de meditação e respeito. Mas, será a melhor solução?

O mundo olha e analisa com atenção esta problemática. Algo terá de ser feito, há que travar a onda demoníaca que ameaça tornar a Síria num holocausto moderno... Um hitler in ovo pode estar ali...

quarta-feira, setembro 04, 2013

Indulgência plenária!!!

http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?&id=96771

http://www.jn.pt/paginainicial/interior.aspx?content_id=3399586

Segundo rezam os orgãos de comunicação social a próxima peregrinação à Senhora da Penha terá da parte do Papa Francisco uma indulgência plenária!  Todos os que assistirem ao evento (ainda que só através da TV) poderão obter um perdão integral de todos os pecados!!!

Deus, o bom Deus, ficou preocupado com este gesto, aparentemente simples mas com profundas implicações no seio da Igreja. O poema a seguir, é o reflexo dessa preocupação divina!!!


Vamos todos à Penha
não iremos em vão
será dado perdão
a quem pecados tenha
adeus a todo o mal
ficamos de alma pura
lavada, só brancura,
com a benção papal!

E quem não puder ir
pode ver na TV
o povo nela crê;
perdão vai conseguir
ao inferno escapar
também ao purgatório
basta olhar o ostensório
e à Senhora rezar...

Deus em meditação:
«O que vai suceder?
Confessor vai perder
sua nobre função...
Desemprego profundo
lá terá de emigrar
seu papel a findar
sem pecados o mundo!!!»

Enfim, há que relevar o aspeto positivo no afluxo turístico, que se presume colossal, dado o numero de pecados que por aí pululam, urbi et orbi.

O jornalista do JN,  Alfredo Leite,  com   raro sentido de oportunidade e argúcia, propõe até que se possa erigir uma estátua: o nosso turismo está em alta por fartos motivos...VER AQUI:
http://www.jn.pt/opiniao/default.aspx?content_id=3402118

NEPOTISMO... origens remotas...

http://veja.abril.com.br/historia/descobrimento/roma-pecados-do-papa.shtml

A vida em Roma era assim no tempo dos Bórgia. foi neste ambiente que Nicolau Maquiavel escreveu o seu famoso livro: «O PRÍNCIPE...»  dizem que inspirado nesta criatura demoníaca, César Bórgia, o filho do Papa!

domingo, setembro 01, 2013

Silvio Berlusconi mordeu o isco... e pagou caro...

http://www.parismatch.com/People/Politique/Veronica-et-Silvio-Berlusconi-La-vengeance-d-une-femme-526125

Eis o que pode acontecer a muito milionário. Perder um império ... ao perder a cabeça por um rabo de saia... ou melhor, um par de tetas...