rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

quinta-feira, junho 28, 2012

PAULO MACEDO


Hoje em dia, quando todos os cidadãos são confrontados com economicismos absurdos em todos os setores, o da saúde brada aos céus. Sobe isto, sobe aquilo, no entanto as fraudes sobem em espiral...A saúde está muito doente. Sofre de falta de supervisão eficaz. Sofre de laxismo a vários níveis, nomeadamento nos Centros de controlo de facturação.Megafraudes vão-se sucedendo a um ritmo alucinante e as pessoas interrogam-se como é possível isso acontecer?

Fala-se em milhões, dezenas de milhões de euros. Foi a chamada «Máfia das farmácias» há uns meses atrás. Agora surgem dados  sobre medicamentos de elevados valores e quase totalmente subsidiados  pelo Estado onde a sobrefaturação e duplicação de pagamnetos (envolvendo exportações iícitas também...) são uma constante. VER AQUI...
http://www.publico.pt/Sociedade/ministerio-diz-que-fraude-pode-ter-afastado-medicamentos-essenciais-do-mercado-nacional_1551933
Será que há conivências a vários níveis? Como é possível furar as malhas da supervisão?Era bom começar a dotar  com  meios eficazes (supervisão à própria supervisão...) certas entidades e talvez fazer uma certa rotatividade a fim de evitar possíveis laxismos com cheiro a cumplicidade...
O ministro Paulo Macedo, que acredito ser homem competente, sério e honrado, deve começar a pensar em gastar um pouco nestes mecanismos como forma de evitar fraudes ou preveni-las  em tempo útil.O país não se compadece com ingenuidades. Há que cortar a direito.
A doença deste país dá azo a que alguns enriqueçam rapidamente e não seja possível recuperar património ou valores, dada a falta de eficácia da justiça neste domínio. Daí a prevenção precisar de uma atenção mais cuidada.

É de lamentar que um país com tantos observatórios e tantas entidades de controlo, nada se faça e continuem a surgir escandalos e mais escândalos. Máfias das sucatas, máfias das farmácias, será que há também máfias no fisco e nos centros de controlo de faturação?
Dr Paulo Macedo: há que abrir os olhos pois o país vai-se afundando à vista desarmada...

segunda-feira, junho 25, 2012

TAP EM LEILÃO...

A prestigiada TAP, que tem honrado o país  a todos os níveis, está para ser alienada. O estado a que chegamos a isso obriga.
Empresa estratégica, divulgadora das nossas virtualidades pelo mundo fora, tem demonstrado potencial enorme. Contudo, fruto de uma estratégia de crescimento mal supervisionada, onde o nepotismo e a demagogia deram cartas__isso é visível nas admissões de pessoal sobretudo, onde a famigerada «cunha» esteve omnipresente__ e, sejamos intelectualmente honestos, também devido a uma conjuntura difícil, onde o preço do petróleo fez mossa, a TAP foi caindo, caindo, até não se tornar sutentável. Enfim, atingiu a chamada velocidade de perda...

E agora? como vão ser as regalias para os açoreanos e para os madeirenses? Será que vai retirar a sede de Lisboa? Começará a substituír os pilotos nacionais por chineses ? Ou colombianos?

Um denso nevoeiro começa a provocar sérias preocupações a todos os cidadãos verdadeiramente patriotas. Foi gerida por um brasileiro, sem sentido de Estado, mas com alma para o negócio enquanto deu...

E agora, quem vai pagar as favas?!

Enfim, Portugal vai para o maneta...(dizem que era um célebre general de Napoleão...) e a alma lusa fica na gaveta!

sábado, junho 23, 2012

POPULISMOS EM ALTA...



Vem hoje no JN,  Luis Filipe Menezes reivindicar mais três pontes e um túnel para o Porto. Pisca o olho matreiro aos homens do betão. O país vai-se afundando, recebe críticas de quem nos financia__ ver o comentário feroz da Sra Merkel aos túneis da Madeira e à sua pouca eficácia no tecido económico local___, mas continua a falar barato em coisas que nos sairão bem caras...

LFM o rosto do populismo mais pacóvio, mas sempre com palanques nos areópagos mediáticos!
http://www.gaiaglobal.pt/portais/_cg/Noticia.aspx?contentid=BB9680A980CO
Quem está por trás desta criatura?!
Gente que se tem farto de ganhar dinheiro à custa do empobrecimento das finanças públicas. Está tudo dito...

quinta-feira, junho 21, 2012

http://www.youtube.com/watch?v=2ZQnp4-uHvM&feature=related

terça-feira, junho 12, 2012

PORTUGAL: tempo de «vacas magras»...



«Pão e circo», sempre em festa
Foguetório infernal
E agora... apenas nos resta:
«Pão e água» e nada mais!

A festa já terminou
Mas para alguns 'inda dura
O país já se enfartou
O povo paga a factura!

«Vacas magras» com fartura
É uma coisa deprimente
Este mal já não tem cura
De tanga está toda a gente!

Riem vacas nos Açores
Diz o nosso presidente,
Riem de quê, meus senhores?
Riem do Estado indigente!

«Vacas gordas» onde estais?
Onde estão tantos milhões?
__ Nos paraísos fiscais
Na conta de alguns ladrões!

segunda-feira, junho 11, 2012

QUALIDADE DA DEMOCRACIA...

http://gotadeagua53.blogspot.pt/2012/06/polemica-rio-defende-que-camaras.html

Rui Rio alerta para  os riscos de endividamento excessivo em certas autarquias. Vai ao ponto de dizer que em certos casos (patológicos...) nem sequer deveria  haver eleições mas apenas nomeada uma comissão administrativa que não tenha preocupações eleitorais para corrigir os desmandos.
VAI AO CERNE DA QUESTÃO:  e aos governos também poderá acontecer o mesmo?
É óbvio que isto colide com a própria essência da democracia. Contudo será lícito assistirmos a vitórias eleitorais à custa de despesismos excessivos, de favorecimentos a grupos de forma  escandalosa, tudo à custa do dinheiro de todos nós? Será democracia a ausência de democracia nos concursos, na admissão de pessoal, na gestão corrente?
 Rui Rio tem razão nalguns aspetos. Um autarca que queira ser sério e honesto, que tenha prudência administrativa, que não se deixe endividar em excesso para não hipotecar o futuro, poderá perder eleições a favor de um outro que prometa mundos e fundos sem olhar a meios... Por outras palavras: se não houver penalização alguma para a gestão danosa o impacto eleitoral será grande e a colheita de votos muito maior do que a de um presidente mais comedido nos gastos e no endividamento. Enfim, a tutoria das autarquias começa a equacionar-se. E a tutela nos governos regionais? Será que na região autónoma da Madeira, não se chegou já a uma evidência tal que legitimaria uma comissão administrativa para substituír o governo ultra-endividado? Será lícito continuar a ganhar eleições ano após ano à custa da hipoteca das gerações futuras?
Temas que mais tarde ou mais cedo poderão vir à colação. A falta de democracia económica e os excessos eleitoralistas feitos à custa dos dinheiros de todos nós redundando em sucessivas vitórias eleitorais não serão um abuso se compararmos com aqueles que cumprem rigorosamente as regras e não se excedem, não exorbitam, não hipotecam o futuro?

Enfim, resumindo: será lícito continuar a pagar o justo pelo pecador?!

sexta-feira, junho 08, 2012

ATENÇÃO, PAULO BENTO!!!

A «minha» equipa:

                                                           Eduardo

Miguel Lopes               Rolando                          Pepe                         Miguel Veloso

                                                           Bruno Alves

Meireles                                                Hugo Viana                             Coentrão

                               Nani                                                   Cristiano Ronaldo  


Notas:    Os laterais habituais (João Pereira e Coentrão) têm desvantagens morfológicas completamente inadequadas para este jogo com alemães rápidos, de passada larga e forte compleição física. Os nossos habituais laterais são bons a atacar mas péssimos a defender. Os centrais sofrerão com a sua inclusão. É um risco.

Optaria por dois laterais velozes e fisicamente mais entroncados: Miguel Lopes e Veloso.

O «trinco» neste jogo é imprescindível. Gomez precisa de alguém com força e agilidade para ir ao primeiro encontro (Bruno Alves terá de ser muito atento e tapar vários  buracos, estilo «betonneur», como dizem os franceses..) evitando que sejam os centrais a irem de primeira...

No meio campo Hugo Viana é o maestro mais competente e além do mais sabe marcar livres e rematar de longe como ninguém...A ausência de um ponta de lança de raíz vai confundir os germanicos que ficarão atarantados com esta inovação! Cristiano deve jogar como vagabundo, criando efeito surpresa em todo o lado e causando surpresa pois nunca saberão onde de facto vai jogar. Nani deverá ser a seta apontada ao coração da área surgindo nas costas dos defesas para o golpe de mestre.Mas essa tarefa também poderá caber a Hugo Viana ou Raúl Meireles avançando cada qual à sua vez (nunca os dois) para desferir a estocada fatal.

Actuar com muita troca de bola, sempre fora da nossa área, usando essa estratégia para fazer correr (e desgastar ...) os germanicos. atacar de surpresa e sempre com entreajuda, nunca com golpes individuais que desgastam e fazem prevalecer a vertente física. Muita segurança no passe, muita prudência e calculismo fazendo os alemães cheirar a bola para criar ansiedade e nervosismo. Eles só sabem correr e saltar, temos de evitar isso. bola rente ao chão, procurando espaços e criando situações de triangulação propícias à desatenção e capazes de abrirem brechas... não usar a força mas a subtileza, o golpe de imaginação, a entreajuda, a jogada envolvente. Os alemães levarão um banho de bola e cairão na armaddilha, avançando em demasia  e desguarnecendo a defesa. Então os nossos, sempre com a máxima atenção no passe seguro e preciso, de preferênci curto, desferirão o golpe , a estocada decisiva, sem grandes cavalgadas e sem saltos nas alturas onde perderemos sempre...

Seremos um David inteligente contra um Golias fanfarrão...
Nunca esquecer: a bola rente ao solo é o melhor veneno para estes alemães...cá atrás jogar compacto, com muita entreajuda, com passe curto e seguro, não dando espaços e não deixando cruzar para a área nem deixar ir à linha de fundo cruzar atrasado, onde eles são especialistas...

quinta-feira, junho 07, 2012

Fado Portugal



Nem um cigarro me conforta
Este país é uma desgraça
A bela Inês há muito é morta
Camões já chora... e não disfarça!

Nem um cigarro me conforta
Nada me faz sentir melhor
O país cai, ninguém se importa
Tudo vai de mal a pior!

Moral e honra emigraram
O dinheiro?!Esse voou!
No estrangeiro todos ficaram
Só ladroagem cá ficou!

Inditosa Pátria, de tanga!
Governação?, ilusionismo!
Demagogia é nossa canga
Portugal caíu no abismo!

A minha seleção

Elasticidade; Velocidade, Tranquilidade, Segurança e Versatilidade; Coordenação, Dinamismo e Perseverança; Audácia, Frieza e Coletivismo.

Treinador: Bom Senso.

sábado, junho 02, 2012

Portugal, que hipóteses?!


A Pátria quando joga merece o nosso aplauso. Mas a prudência, filha do bom senso e da  cautela, também merece ser respeitada...



Sem querer ser pessimista vou tecer algumas considerações que neste momento julgo merecerem ser partilhadas:

l- Será que Cristiano Ronaldo, sempre acantonado à esquerda, ou até à direita, não renderia muito mais se fosse um jogador livre, jogando atrás do ponta de lança, sempre qual diabo à solta pronto a aplicar os seus remates mortíferos?

2- Será que houve precipitação ao celebrar já um contrato prolongado com o treinador, deixando-o sem preocupações (quiçá sem motivações...), ficando totalmente liberto de objetivos como condição sine qua non para a permanencia no cargo?

3- Será que os dois laterais potencialmente titulares são muito semelhantes, indo demasiado à frente e não recuperando com facilidade, expondo os centrais aos perigos do contra-ataque?

4- Será que o treinador terá coragem de pôr a jogar aquele que disse ainda há pouco não se encaixar no seu esquema tático, mas que é, aos olhos de muitos especialistas, o melhor armador de jogo nacional (o bracarente Hugo Viana)?

5- Será que Pepe. com o seu estilo truculento e propenso a ser sancionado vezes demais (até pelo passado recente no Real Madrid) vai ocupar o lugar de Rolando, que tem sido de uma eficácia a toda a prova?

6- Será que haverá o cuidado de nos resguardarmos contra a Alemanha, jogando com a prudência que o jogo inicial aconselha ou iremos desenfreadamente para o ataque perdendo um jogo fulcral que pode deitar tudo a perder?

PARA MEMÓRIA FUTURA

sexta-feira, junho 01, 2012

Ressuscitando Tony de Matos...

video
http://www.youtube.com/watch?v=m1ZnSP9l84c&feature=related