rouxinol de Bernardim

Um blogue plurifacetado procurando abordar questões de interesse sob perspectivas diversificadas. A independência sim, mas sempre subordinada a parâmetros de bom senso, de optimismo e de realismo.

Minha foto
Nome:

Penso, sonho, trabalho, amo... logo, existo!

sexta-feira, janeiro 29, 2010

Outro candidato a Belém!

Está na hora de Portugal ter um Presidente a sério: Cavaco «é um ditador», Manuel Alegre «deve mas é ter juízo»!


Depois da aventura da PT, que falhou por razões óbvias, eis agora, de novo, o estilo grandiloquente e polémico do homem da Sonae!
Se Bloomberg é presidente da câmara de Nova Iorque por que não Belmiro a PR?
É elegante, veste bem, fala com eloquência, tem centenas de colaboradores que até se orgulharão de participar num spot televisivo do género daquele que se fez para o Euro 2004 e que tanto sucesso obteve.
O marketing é tudo! Andou no Alexandre Herculano (só por si é meio caminho andado...), jogou andebol no Porto (o ecletismo e o populismo do desporto são pontos de referência a ter em conta...), tem centros de difusão comercial que poderão transformar-se em centros de difusão da sua própria imagem, tem muitos ex-ministros amigos, dá-se bem com a hierarquia católica, não hostiliza os intelectuais, sabe os Cantos dos Lusíadas, às vezes lê A Bola e O Jogo, tem Visão (ver aqui)de futuro e um passado impoluto...
Lá no Marco de Canaveses até a Carmen Miranda se levantará para o incentivar! e o Manuel Moreira, terá motivações para lhe erigir a ansiada estátua!
O meu modesto contributo para a sua galoppante vitória a caminho de Belém:
Finalmente o País dá um suspiro!
P'ra Belém só queremos o Belmiro!!!
Isto será um cartaz tendo o Eusébio a abraçar o Presidente Belmiro!
Está na hora de o norte se impor definitivamente! Sulistas, cavaquistas, elitistas e saudosistas não passarão!
PS: Os galifões do norte estão todos em queda vertiginosa: Pinto da Costa, Eurico de Melo, Silva Peneda, Menezes, Miguel Veiga, enfim, só nos resta a Torre dos Clérigos (esta não verga à capital nem ao capital...) e o Belmiro de Azevedo!

Marcadores:

quinta-feira, janeiro 28, 2010

CONGELAR, E JÁ!!!


Era isso, claro, que deveriam fazer. Mas há quem ganhe fortunas com isso. O senhor presidente da República devia fazer um discurso destes, como tu fazes. Talvez o Manuel Alegre fale assim, lá em Belém! Oxalá!!!
Congelar as derrapagens
orçamentais escaldantes
provocam libertinagens
e corrupções degradantes.
Congelar as sinecuras
nepotismos perdulários
vícios das nomenklaturas
com seus gastos sumptuários.
Congelar luxos sem conta
despesismos galopantes
ao povo são uma afronta
os contrastes são gritantes.
Congelar as vigarices
os despesismos sem jeito
congelar as trafulhices
que vemos aí a eito.
Congelar negociatas
que dão grandes comissões:
submarinos ou fragatas
corvetas ou aviões.
Congelar as festarolas
mais próprias de marajá
o povo vive de esmolas
anda aí ao deus-dará...

Marcadores:

quarta-feira, janeiro 27, 2010

Um «santo» ou mais um «sargentão»?"

Rouxinol, não sejas mau! Os «santos» passeiam a alma em carros compatíveis com a grandeza dessa alma! Há que ter o sentido das proporções!!!
E tu, Rouxinol, fica sabendo que nós não cruzamos os braços quando vemos o despesismo galopante: a contenção é imprescindível em tudo, até na linguagem! Tu, com a tua irreverência , não tens lugar ao sol neste país! serás sempre um pária, tiras cursos mas não te adaptas ao regime, não sabes vergar a cerviz aos mandantes, nunca serás um co-mandante!
Manual A. Pina, com a sua mordacidade dá-nos conta do que se passa na TAP, onde um homem que faz da pequenês a sua imagem de marca, tenta achincalhar quem pensa diferente, tenta humilhar quem ousa dizer: «o rei vai nu!» (ver aqui no JN...)
Cultuamos figurinhas que têm a jactância e a petulância como imagem de marca, sem capacidade para darem exemplos, sem moral para imporem comportamentos; meros subprodutos de um marketing bem elaborado, bem doseado neste caldo de cultura política onde vale tudo... para chegar ao topo!
Sem xenofobias devo dizer que há em Portugal gente bem capaz, gente séria, que está ostracizada por não vender a alma ao diabo, que não alinha pelo diapasão dominante que é um fartar vilanagem, um chicoespertismo galopante que faz de bancários banqueiros e de condutores de ambulâncias, governadores civis... Há que ter sentido de Estado e mostrar que o estado a que chegamos é fruto de certo laissez faire laissez passer para com certas eminências vindas da estranja sem mostrarem na prática as reais motivações de um alpinismo hierárquico descabido...
Há gente que quer dignidade à custa de carros pomposos, de mordomias faraónicas, esquecendo que essa dignidade é uma indignidade quando há tantas carências noutros sectores!
Agora, os pilotos que foram apanhados a fazerem comentários pouco lisonjeiros vão ser obrigados a frequentar um «curso de ética!» Mais uma despesa estulta, mais um encargo que se destina a servir de chicote aos «prevaricadores», aos que ousaram remar contra a corrente bajuladora e lambebotas ao chefe! quem paga?! A empresa, cujas costas largas dão para tudo, se calhar darão para branquear este abuso com um culto de personalidade mais acirrado ao chefe, uma propaganda desenfreada aos «pensamentos» do «homão»!!!
Se a moda pega teremos hospedeiras a fazerem cursos de dobragem da cerviz, contabilistas a fazerem cursos de engenharia financeira, etc....
Daí a minha homenagem a mais este «santinho» que mais se assemelha a «napoleaozinho»:
Quer dar formação eclética
O Pinto, com seu snobismo,
Agora é formação ética
Ou, talvez, lambebotismo!
Um big brother sem pudor
Tudo controla e asfixia
Um reizete, um ditador,
Napoleaozinho... eu diria!
Mais um factor despesista
Um encargo sem razão
Humilhar! Só tem em vista,
O Pinto, reles capão!
Liberdade, liberdade!
Não te deixes humilhar
Curso de civilidade
Deve o Pinto frequentar!

Marcadores: ,

terça-feira, janeiro 26, 2010

M. A. Pina


O escritor Manuel António Pina, que subscreve uma coluna de opinião no JN, vem hoje abordar o problema dos «terramotos» causados pelos Estado Unidos, na versão alucinante do presidente da Venezuela.
Parodiando o tema, creio que era altura de pedir uma indemnização pelos danos causados. O TPI deverá dirimir este conflito. Será que a Humanidade pode continuar à mercê dessa «máquina diabólica»?
Admitindo outra hipótese (aventada por um clérigo norte-americano) de que seria castigo de Deus por causa de uma alegado pacto com o diabo feito pelos haitianos, há que chamar Deus à pedra!!!
Mas... ironia das ironias, soube-o há pouco, já previu essa hipótese e... fez um seguro para eventuais danos causados pela obra imperfeita ou com algumas pequenas arestas por limar...
Fez seguro na SAGRES! Pasme-se!!!
Será que poderemos, ou melhor a humanidade, poderá reclamar pelos danos sofridos por terramotos, tufões, inundações, secas, etc?!"
Eis a «prova»:
Num prato (semelhante aos de Barcelos) pode ler-se:
Numa semana Deus criou o Mundo
O maior de todos os milagres!!!
Foi prudente, sagaz e profundo:
Antes, fez um seguro na SAGRES!!!

Marcadores:

domingo, janeiro 24, 2010

A fobia à verdade e à transparência!

Ela aí está, de novo, saltitante, tecendo louvaminhas aos sopranos, lambendo feridas de corleones apanhados com a boca na botija! Engrossa o cortejo de carpideiras que odeiam a luz do sol, a claridade da transparência, preferem a opacidade dos tráficos tenebrosos que por aí circulam. amam as toupeiras do bas fond, o lumpen do submundo, a escória da criminalidade...

Ela que louvaminhou Estaline, Lenine e companhia, que meteu a cabeça na areia com os gulags, os massacres ominosos nos totalitarismos de todos os matizes, ela que lançou anátemas a vultos democráticos como Soljenytsine, Shakarov, Walleza e tantos dissidentes da ex-União Soviética, vem agora, imbuída do mesmo espírito encobridor, da mesma sanha persecutória à verdade, à transparência total, ao sol democrático, pedir opacidade, clamar pelo direito à não devassa, enfim, pedir clemência para com os defenestradores da verdade desportiva, os liberticidas... enfim, quer que o manto diáfano da conivência cubra a verdade nua e crua!
E eu que pensava que «o povo é quem mais ordena!» Ela não quer que o povo seja juíz, quer que continue no obscurantismo, sem ter acesso aos dados, quer sonegar ao povo informação, tal qual os regimes que tanto louvou e idolatrou! No reino da treva ainda, a criatura! E quer impor a treva ao povo, à sociedade, ao comum dos mortais!!! A verdade, jamais: é devassa, é ataque à privacidade, é abuso!!! é preciso saber porque foram absolvidas tantas prevaricações, tantos atentados ao Estado de Direito democrático!!! Estas absolvições não serão um incentivo aos prevaricadores?!
Criatura rastejante e aduladora, incapaz de sacudir o jugo que disse a ter atormentado durante anos (confessou que odiava as práticas da sua entourage política de muitos anos de militância...), vem agora, clamar opacidade, o manto obscuro da cumplicidade sobre a verdade nua e crua!

Oh!, Eça de Queiróz, regressa e traz contigo o chicote do nazareno e corre do templo democrático esta criatura!, será que esta inteligência superior, esta quintessência da intelectualidade, esta fina flor da literatice rasca, quer comer-nos por lorpas?!

Desonestidade intelectual
da mais evidente é querer forçar similitudes entre as escutas da Pide /DGS (perseguição política baseada no pensar e no sentir dos cidadãos face ao poder político vigente) e as escutas vertentes, em que se procura investigar eventual corrupção, eventual suborno, que são atentados à verdade desportiva e sempre condenáveis...
A Pide /DGS __ de que todos fomos, mais uns que outros, vítimas ao longo da existência: carreiras decepadas para favorecimento de politicamente gratos ao regime, suspeitas doentias sobre o pensar e o sentir dos cidadãos em lugares-chave, perseguições pessoais até, fundadas no poder quase pleno de alguns esbirros...__actuava de forma aberrante, anti-democrática. A PJ actua em moldes diferentes : visa investigar eventual criminalidade que nada tem a ver com perseguição individual aos direitos dos cidadãos consagrados na constituição! É uma arma da democracia!
Querer misturar as duas coisas é abominável, vergonhoso, típico de quem quer branquear comportamentos criticáveis... é querer tapar o sol da corrupção com a peneira do eventual abuso de autoridade...
Deus tenha piedade de nós! Ver aqui o artigo da criatura:Amén!!!

Marcadores:

Um sentido oculto...


Sócrates dirigindo-se aos deputados na AR:
__De duas uma: ou os partidos da oposição têm implantado o sentido de Estado no seu ideário, ou pelo menos o sentido de responsabilidade, votando, como se impõe, o Orçamento de Estado, ou, a contrario sensu, não têm esses sentidos e, como é óbvio, votam contra, criando a queda do governo, a dissolução da AR, eleições antecipadas, ficando com o ónus da crise e com a imagem mais amarrotada que o chapéu de um pobre...

Um sexto sentido?!



Carla Bruni para Sarkozy: __Quero que adquiras já este sexto sentido de que fala o EXPRESSO! Agora, aqui do lado esquerdo, implantarás o sentido de humor mais refinado do que o que tens actualmente. Quero, se tudo correr bem, tornar-te num «Império dos Sentidos» para te poder saborear melhor, mon chéri!


Veja no EXPRESSO! Será possível implantar um sexto sentido no ser humano? A tecnologia tudo pode... Deus começa a ser ultrapassado?! O homem caminha para a sua autodeterminação! Será que Hugo Chávez já adquiriu esta capacidade?! O mundo inteiro observa pasmado, o salto qualitativo iminente!!!
Há quem se interrogue se foi graças a este sexto sentido que Pinto da Costa e Fátima Felgueiras se ausentaram do país quando estava iminente a sua captura... ou mandato de busca em suas residências...

Marcadores:

sábado, janeiro 23, 2010

Escutas serão verídicas?!

Não, não acredito! O «portador de alegrias» não era capaz daquela linguagem torpe, indecente, desbragada! e o tal «barbas» é de uma angelical pureza, de uma rectidão moral, de uma sinceridade tão pungente que... não, não pode ser verdade!!! são criaturas impolutas e acima de qualquer suspeita! Nem de matar moscas...

Aqueles termos de carroceiro não são daqueles sujeitos com imensos predicados!

Sao tudo inventonas da judite!!! Não, não da Judite de Sousa, coitada, ela não inventa nada...

O meu próximo livro? Talvez:«As barbas de molho, do gerente do caixa e do trambiqueiro de Gondomar...»

sexta-feira, janeiro 22, 2010

Por que não te calas?! Pareces o Jardim!!!




__Os americanos querem tomar conta do Haiti a pretexto
de irem prestar ajuda após o terramoto!!!
Resposta de Obama:
__Pareces o Jardim, com os seus delírios persecutórios! Por que não te calas?
Arregaça as mangas e vai também ajudar aquela pobre gente que não pára de implorar ajuda! Assim, meu caro Chávez, corres o risco de ganhar para o ano o Prémio Nobel do Ridículo!!!
ULTIMA HORA: a doença bipolar de Chávez está a provocar a risota mundial. Imagine-se que agora vem dizer que os Estados Unidos estão a treinar uma «máquina de fazer terramotos» e este ensaio no Haiti é para saber como será no Irão, onde pretendem derrubar o regime com um terramoto gigantesco como este que eles provocaram no Haiti, através da Marinha sedeada no Pacífico!!!clicar para ver, aqui...
Há muitos internados que não chegam a este destrambelhamento mental!!!Será que ainda ninguém lhe aconselhou um bom psiquiatra?! Era hora disso...

quinta-feira, janeiro 21, 2010

Bandos...à solta ou bem instalados!...

Com a devida vénia ao impagável Wehavekaosinthegarden... Dá para exclamar: «Deixem-nos poisar!»



segunda-feira, janeiro 18, 2010

A causa do terramoto do Haiti: o diabo!...



Meu caro rouxinol, sou obrigado a dar-te razão! já houve um louco que quis pôr Deus em tribunal por causa dos distúrbios da natureza. Agora este, não menos louco, que diz que o diabo fez um pacto com os haitianos, devia ir a tribunal provar o que diz! E, como o diabo não reivindicará indemnização, devia dar uma verba substancial para as vítimas do terramoto! Isso é que era democrático! Estou contigo, caro rouxinol!




Ora aqui está uma resposta para as angústias e dúvidas de todos nós. Eu já suspeitava. A mão de Deus andaria ali. O que não sabia era a causa remota. Este clérigo norte-americano, homem de prestígio, de grande mediatismo televisivo dá essa resposta.

Um alegado pacto com o diabo feito pelos haitianos, há já longos anos, para expulsar os franceses! E ele vai ao cerne da questão, relata o teor desse diálogo. Só visto! Clicar para ver...

Não se pense que isto é a opinião generalizada das igrejas, não, não é. Contudo, em tempos mais remotos, era assim. Qualquer manifestação mais anormal da natureza era castigo divino: foi-o o dilúvio, o vulcão que destruíu Sodoma e Gomorra. Os trovões eram a voz divina encolerizada pelos pecados.

Eu ouvi da boca de um orador sacro, cá em Vila do Conde, que a causa da guerra do ultramar era o pecado. Pecado do povo, claro, não dos exploradores económico-financeiros daquelas colónias. A bíblia está cheia de alusões a derrotas nas guerras provocadas por não auxílio de Deus. A chamada «arca da aliança» que serviu para motivar os judeus depois de uma derrota, qual doping moralizador, qual efeito placebo de conotações belicistas é também algo que importa equacionar à luz da desmistificação teocrática!
Cada vez mais os clérigos (de todos os quadrantes) mostram a face oculta da religião! a manipulação de massas inculcando o medo (da doença, da guerra, dos terramotos, dos ciclones, das pragas e pestes) e fazendo crer que é Deus que está por trás de tudo (o bem para premiar, o mal para castigar...) e, ela religião, como solução para todos os males, como mandatária divina (ou intermediária, mediadora privilegiada) para solucionar todos os males!.. Com o impacto comercial que todos conhecemos:os santos desmultiplicam-se em especialidades (como se fossem médicos ou advogados...) para satisfazerem a ânsia dos crentes! Este cura os ossos, aquele a garganta, aqueloutro a vista... havendo caixas de esmolas, quais caça-níqueis de uma multinacional bem orientada para fins comerciais, capazes de darem vazão e satisfazerem todos os gostos dos crentes...
Enfim, o nosso padre Maçarico, o tal que com a sua bênção curava a gripe A (e que certamente foi a causa-mor do não alstramento da terrível pandemia) foi apenas a parte visível desse gigantesco icebergue especulativo.
Saramago, escreve, continua escrevendo, dá-lhes forte e feio pois ainda é pouco. Eu, humilde servo da vinha do Senhor, acho que ele também deve regressar e trazer com ele o chicote... que falta faz hoje em dia, certos clérigos precisam dele no lombo!
É urgente um terramoto cultural, um ciclone mental capaz de varrer todas as crendices e hipocrisias que estão na génese de muita religiosidade mercantilista.

Marcadores:

sábado, janeiro 16, 2010

Cavaco Silva condecora Santana Lopes!


Bem vistas as coisas, mesmo as moedas-más podem ser úteis. Na minha recandidatura tenho que agarrar todos os trunfos disponíveis. Este, que conseguiu um feito histórico (convocar um congresso Extraordinário no PSD), pode servir-me de rampa de lançamento... e eu... dele!...

Ordem de Cristo?!
Eu, que nem tive direito a pô-lo no cartaz de campanha, pois ele achava-me com cara de moeda má, e capaz de manchar a sua reputação... É caso para parafrasear o professor Marcelo: «Cristo desceu à terra!»

Marcadores:

quinta-feira, janeiro 14, 2010

Será desta ? V. H. M. vence Correntes d'Escritas?!

Segundo alguns especialistas de literatura moderna, o vila-condense Valter Hugo Mãe é o mais provável vencedor do Prémio Correntes d'Escritas que todos os anos a câmara da Póvoa d eVarzim e o Casino patrocinam, com tanto êxito.

«O Apocalipse dos Trabalhadores», onde a problemática da imigração é abordada com mestria, o jovem escritor faz jus aos prémios já conquistados. Duas mulheres a dias, um ucraniano e um reformado povoam as páginas deste delicioso romance que entusiasma e fascina os apaixonados pela literatura moderna.
Um painel multicor, uma aguarela humanística onde o céu surge com esplendor, ironia, surrealismo. Com a crise de valores que por aí vai, este «Apocalipse dos trabalhadores» surge, pletórico de originalidade, um autêntico chicote contra a precariedade e o desemprego galopantes. Imperdível. Será otimismo em demasia?
Será que o júri estará à altura do escritor e da sua obra?!
É a dúvida que a maioria vai pondo... Tantas vezes (infelizmente...) isso vai acontecendo por cá.

Marcadores:

quarta-feira, janeiro 13, 2010

Liberdade, onde andas tu?!


Será que esta estátua de neve que representa um dínamo será motivo para processar os seus autores por ter semelhanças com o órgão genital masculino?!
O país mudou. Para pior, devo dizer. Há pressões na justiça, confirmadas e já sancionadas. Há um casal inglês que quer proibir a publicação de um livro onde um ex-inspector da PJ relata as suas convicções profundas alicerçadas em indícios muito fortes colhidos em laboratórios ingleses e até com a ajuda de cães ingleses. Será crime ter opiniões? Será que a recusa do casal inglês em colaborar numa reconstituição não vai corroborar a tese do ex-inspector?
A justiça não pode ficar refém do poder económico de alguns. A justiça tem que defender os economicamente débeis, os mais fracos; há que defender a liberdade em todos os sentidos.
Os «Gatos Fedorentos» vão ser processados por alguém que tem relações dúbias com certos meandros da justiça. Esse alguém já mentiu, aliciou, intimidou. Esse alguém goza de uma reputação pouco lisonjeira em certos meandros.
Até que ponto o país vai permitir que o poder económico (e quiçá político...muito embora neste último caso o cidadão em causa, de orientação política definida não tem nenhuma, está encostado a quem der mais...) faça gato-sapato do poder judicial?!
Será preciso um levantamento popular? Um ultimatum?
Pobre país capturado por meia dúzia de endinheirados que navegam no mar da prosperidade e querem pôr os outros no mar das tormentas!...

segunda-feira, janeiro 11, 2010

A melhor do ano de 2009!

O vencedor do prémio «A melhor do ano de 2009!»
A pergunta consistia em saber qual a melhor piada do ano de 2009. O feliz contemplado recebendo o prémio e saboreando a vitória...
De facto a melhor piada foi aquela do senhor do Porto que disse em tribunal que não mentia e se mentisse que «todos os males do mundo» caíssem sobre a sua filha que era a coisa que mais amava!
De facto ele mentiu ao dizer que a sua companheira de momento nunca poderia ter visto o célebre envelope e muito menos o seu conteúdo, pois estava de cama, doente.
Alguém disse em tribunal que fora ela que abrira a porta nesse mesmo dia! fora ela também que fizera o café para o anfitrião...

sábado, janeiro 09, 2010

Rio Ave vs Benfica: antevisão...


João Tomás é, de facto, o melhor ponta-de-lança do futebol português actual!...
Carlos Queiroz precisa de ver melhor certas opções...
No gelado mas explosivo estádio dos Arcos o Benfica vai ter uma dura prova. Quem marcar primeiro pode ganhar o desafio. Se tiver a felicidade de marcar primeiro o Benfica pode safar-se desta, contudo, se for o Rio Ave, o Benfica vai passar um mau bocado. Jogo para gente de barba rija; o anfitrião, bem orientado, aproveitando bem os espaços (e eventuais «ofertas»...) não se deixará derrotar com facilidade. A vitória do Benfica, a acontecer, será muito suada...
Post Sriptum: O Benfica ganhou 1-0. Remate feliz de Saviola deu a vitória, justa, às águias. O Rio Ave deu luta, mostrou raça, organização, empenho. Mas não chegou...

Partilhar... ORGASMOS!

Esta é a Clara Pinto Correia. É bem mais simpática assim...






Esta é a fadista Kátia Guerreiro, que canta com uma vibração orgástica!

divinal! O clímax da perfeição! As similitudes são óbvias. Mas Clara Pinto Correia, se não canta, encanta...













A professora universitária Clara Pinto Correia quis partilhar com o mundo as suas intimidades.
O que tinha de melhor para oferecer foram fotos tiradas no momento H, no clímax, no auge da fervura erótica, como dizem algumas especialistas na matéria!... Vale a pena ver aqui...


Será isto o «céu»?! Há quem acredite!...

O fotógrafo Palma levou a palma e foi ele o feliz contemplado com o painel fotográfico. Não admira, pois é ele que partilha a alcova da professora universitária há alguns meses a esta parte.

Ao contemplarmos aquele sorriso aberto, em êxtase, aquele olhar semi-cerrado digno de um transe erótico, de uma paixão afrodisíaca, que dizer?!

Parece a Katia Guerreiro, a famosa fadista, a cantar, com um frémito de emoção a vibrar e a fazer vibrar quem a contempla... enfim, o Fado tem também uma carga erótica iniludível e desencadeia fenómenos estimulantes na líbido, já toda a gente sabia. Enfim, a coragem da professora, expondo-se, perante o olhar curioso de uma plateia numerosa e mediática é de realçar. Enfim, partilhar já não é só fazer como S. Martinho (que partilhou a sua capa com um mendigo...) é também isto! Este clímax de generosidade sem limites, esta partilha do seu ego em estado de euforia pura, exalando o perfume divino da feminilidade com todo o esplendor, com todo o viço, com toda a impetuosidade digna de uma vera professora!
Enfim, uma Vénus ex cathedra!!! Uma aula magna!!!

Marcadores:

sexta-feira, janeiro 08, 2010

Maldito preconceito!


Daniela Dessi, cantora lírica italiana, alvo de discriminação por causa da idade e do corpo!
Franco Zeffirelli, talvez seguidor do anacrónico e canastrão Berlusconi, chamou «senhora de idade e roliça» à cantora lírica italiana, desencadeando um tsunami em Itália.
Isto vai sendo já uma constante naquele país. As magras, de preferência com muito silicone nos hemisférios lácteos, são as preferidas para tudo: desde o parlamento europeu, à ópera, passando pela locução televisiva.
Há que não ceder a este modismo carregado de nonsense. É óbvio que a estética visual pesa numa avaliação, mas não pode ser tudo.
Mulher magra está na moda
Chuta pra canto as roliças
O preconceito incomoda
Discriminações postiças...
Obesas mentes, nem mais,
Críticas disparatadas
Inestéticos sinais
De gentes destrambelhadas!
Na garganta nasce o canto
Só o som é que é julgado
O olhar, não é, portanto,
O juiz mais indicado!
Roliças cantai, cantai,
E que a voz nunca vos doa,
A tolice tem um pai:
ASNO... que zurra!, e atordoa!...

Marcadores:

quinta-feira, janeiro 07, 2010

Dia de reis! «Causa Real» da crise?


Eles aí vão, impantes e seguros. Será por causa deles que o país está assim?!
__Meu caro rouxinol, a monarquia nada tem a ver com esta republicana agitação; nós respeitamos a república e esperamos que ela nos respeite. Sempre tive visão de futuro__ mau grado dizer de mim o contrário, muita gente, até aquele major Arlindo que foi meu instrutor na aviação...__ e sei que há almofadas que suportam até ao limite os excessos deste regime. «Se não estivéssemos na Europa já teria havido um golpe de Estado em Portugal», disse-o de forma categórica, o dr Mário Soares, a quem alguns chamam, com ironia, o «Príncipe de Nafarros»!
Onde irá desembocar este movimento uniformemente acelerado rumo ao abismo?
Uma coisa é certa, nada farei para derrubar a república ou desencadear um republicanicídio, como outros fizeram... O regime há-de caír de podre, como certas frutas caem das árvores...

quarta-feira, janeiro 06, 2010

Um país prospero!


Portugal?! Esá de boa saúde e recomenda-se. Veja-se o que gastaram Benfica e Sporting em contrataçoes na época natalícia! Vacas magras, aquilo? em pré-falência?!
Veja-se o que se gastou na passagem de ano, os milhões gastos, os paquetes a abarrotar, o luxo farónico!
Veja-se aquele Estádio de Leiria a gastar 5.000 Euros por dia! e o do Algarve? Há elefantes brancos em certas autarquias? Bagatelas... o país respira prosperidade, a economia está no auge, os paraísos fiscais lá vão sugando os excedentes que o «povo» não consegue gastar por cá, pois não há atractivos suficientemente apelativos!
A dívida pública sobe? O défice é galopante? As exportações continuam muito abaixo das importações? O Banco de Portugal continua a pagar e bem a quem o serve com fidelidade e sem fazer muitas «ondas»?... A Caixa Geral de Depósitos, idem aspas...
Portugal é um paraíso! As vacas gordas andam por aí estadeando a sua barriga cheia, em Ferraris espampanantes e carros topo de gama! Ainda há quem critique?!
Os «invejosos» do costume! Os ressabiados, os pessimistas doentios!!! Deles não é «o reino dos céus!», são eles os responsáveis pelo status quo? Pelourinho com eles!!!

Sou de princípios, mas...


O princípio do utilizador-pagador é um bom princípo. Mas, já lá dizia o Épico: «Mudam-se os tempos mudam-se as vontades!», e, voltando ao princípio, há outro grande pensador que dizia: «Os fins justificam os meios!...»
Aquele célebre princípio do sapateiro de Braga, «ou há moralidade ou comem todos!» ainda é dos que, em princípio, mais se enquadra no meu ideário...
Nota: isto a propósito das portagens...

segunda-feira, janeiro 04, 2010

A «Causa Real» da crise? Os maldizentes!...

Nem pude acreditar no que lia. Manuel Poppe, o multiviajado e arquierudito poeta a desiludir quem nele acreditava. Sim, dizer mal do que está mal pensava eu que era justo, moralizador...
Contudo, há uns «entretantos» que a gente não conhecia, ignara gente que desconhece a causa das coisas... Abri o JN e dei de caras com a pérola... Há que recortar para memória futura!...




Criaturas maldizentes
A causa da crise são
Só dão co'a língua nos dentes
Pois... não lhes coube ração!


Maldizentes, invejosos,
Da crise, «Causa Real»!
São doentes, são maldosos,
Coveiros de Portugal!


Só vejo maledicentes
Criticando gente boa
São eles os pesporrentes
Não, quem governa Lisboa...


Governantes são santinhos
Só querem o nosso bem
Maldizentes?! são tolinhos
Merecem nosso desdém!...


Há que dizer sempre «amén!»
Aos tenentes do poder;
E lamber botas também:
Um desígnio, um dever!

Nota final: Haverá sempre maldizentes e bendizentes. Sei que M. Poppe não disse tudo isto, é uma hipérbole que só pretende forçar um sorriso. Ele, inteligente e maldizente dos maldizentes, saberá ser condescendente...
Há caricaturas que pretendem ser pedagógicas e não carapuças a enfiar a alguns...
Contudo, numa sociedade a perder valores, em decadência, com o roubo a imperar, a supervisão a falhar, os despertadores a serem silenciados, será que ser bendizente é salutar?! Será que ser bendizente dos maldizentes (em coisas justas) é pecado?

Marcadores:

A causa real está aí!!!

A «causa real» da crise? Sim, o pessimismo, a desconfiança nos gestores bancários, os queixinhas de todos os quadrantes que vêem corrupção onde só há pragmatismo, determinação, engenho e arte... O pessimismo é o inimigo da retoma!

Se eu mandasse os queixinhas iam todos pró pelourinho; a dúvida insidiosa sobre a credibilidade e a honra das pessoas honestas, impolutas, magnânimas, é intolerável. Há que reformar este regime e dotá-lo de mecanismos de defesa das pessoas de bem, de sangue azul, de estirpe, de linhagem. Reformar sim, e quanto mais cedo melhor... façam como eu!

domingo, janeiro 03, 2010

O futuro líder laranja...

Minha querida, o teu perfume é afrodisíaco! Mas não gosto do vermelho vivo que exibes com orgulho! O «jogo» está ao invervalo, a treinadora laranja está em palpos de aranha, eu quero substituí-la, dê por onde der! Quero-te laranja meu bem! Ou então azul, como o meu líder espiritual, D. Jorge-Geronte-de-Caixa, Mui Nobre e Sempre Invicto Barão das Caldinhas!

Marcadores:

sábado, janeiro 02, 2010

CEM ANOS DE REPÚBLICA!

Cá na Madeira, temos uma República monarquizante com um reizete de sangue azul todo pinoca: é o Príncipe da Poncha Real!

Tens razão rouxinol, é só padrinhos quer na monarquia quer na República, e eu que o diga, isto mostra que independentemente do regime, a mentalidade mantém-se : este zé povinho gosta de viver sob a tutela de padrinhos, de reizinhos, de caciques, de bokassas...
Tu, se tivesses um padrinho, poderias ser alguma coisa na vida, assim
... viverás sempre sob o signo do ostracismo, da marginalização, que é o destino de todos os que não alinham com a corrente!... Por que não te adaptas, homem?! Faz como eu!!! Sou republicano monarquizóide, traz sempre vantagens ter um pé num lado e o outro noutro! Conheces o meu passado, né?!
Ainda hei-de ser «o Principezinho!»






Hoje em dia o favor é o reizinho
Nesta República sem par;
Também há a figura do padrinho
Um figurão venal, mas popular...






Continua-se a andar, chapéu na mão,
Pedindo, mendigando sem parar...
Lamber botas, fazer genuflexão,
É forma de ascensão que está a dar!!!




Nota: Sem dúvida que a república é melhor que a monarquia, no meu modesto entender. Contudo, as mentalidades ainda subistem com tiques monarquizantes. Veja-se o que se passa na Madeira, onde impera um regime sui generis que de republicano pouco tem! Ver aqui, pesquisar bem fundo e... MEDITAR!!!!
Consta até que o poder político exerce represálias sobre quem denuncia a situação. um padre foi deslocalizado (para o Machico- ver aqui) por denunciar a falta de apoio aos pobres (mais de meia centena de milhar) da região. Uma república que estigmatiza os pobres e os que com eles se solidarizam, e, por outro lado, entroniza os ricos no altar da opulência, é uma república de bananeiros sem alma, de putrefatas criaturas cultivando o deus-poncha e o bezerro de oiro do turismo plutocrata...porra pra estes republicanos de treta!

Marcadores:

Guerra e Paz: Dialética permanente!


Hoje é dia da Paz. Deveria sê-lo todos os dias. Contudo, a guerra está dela indissociável. Para manter a paz há que combater os seus inimigos. Quem são? Quais são?
Esse é que é o grande busílis. Todos os defensores da paz declaram guerra aos seus inimigos no pressuposto de que estes fomentam a guerra.
Veja-se a guerra permanente nas autarquias: os opositores querem a lei e a moralização, mas quem está no poder, normalmente escamoteia factos, defende valores pouco transparentes, procura driblar preceitos legais a pretexto de serem burocratizantes, empecilhos, factores de morosidade, geradores de pouco pragmatismo...contudo, são os maiores paladinos da paz... deles, claro...
Nos governos, a situação é similar. Quem detém o poder procura actuar muitas vezes à revelia da legalidade para obter vantagens por vezes nem sempre transparentes, nem sempre legitimas aos olhos dos oponentes.
Veja-se a situação da banca. Uns defendendo os seus interesses, fazendo jogadas maquiavélicas, vendendo e comprando ao sabor de interesses obscuros procurando obter vantagens pessoais em detrimento da defesa do interesse público. Dão-se os escândalos, as fraudes, os esbulhos. Sempre na praça pública bombardeando os mais atentos e autoproclamando-se credíveis, impolutos, donos da verdade... Os Madoffs de cá e de lá... ao deus-dará!
As guerras religiosas são outra pandemia! Ambas as partes se autovitimizam, ambas se dizem vítimas do inimigo, ambas defendem a sua paz, atacando o belicismo do inimigo...
Isto vai continuar. Isto jamais parará a não ser que a espécie humana seja extinta. Por falar nisso... consta que será em 2012... é melhor irmos todos preparando a alma para enfrentar o Juízo Final! O Saramago que se cuide, também não escapará, é que ainda não apresentou provas da não existência de Deus!... Que eu saiba...

Marcadores: ,